sexta-feira, maio 26, 2006

TRIBUTO À AMIZADE E A ÉTICA


Em 2004 entre todas as coisas boas que me aconteceram, entre as amizades que conquistei e que passaram a ter uma grande importância em minha vida, pela acolhida que me deram,pelo carinho que me passam a cada vez que nos encontramos,estão os queridos amigos do LIONS CLUBE PELOTAS INTEGRAÇÃO.
A este pequeno grande grupo de pessoas abnegadas, leais, com o coração e alma do tamanho do mundo, pela grandeza e desprendimento de seus gestos, presto minha homenagem de carinho, de gratidão, de amizade, na data em que o Clube comemora seus 17 anos de fundação.
Não estando presente na comemoração, mas levando cada um em meu coração, quero dizer-lhes do orgulho de ao seu lado ter trabalhado e da satisfação de pertencer a uma entidade da grandeza do LIONS, que serve de exemplo para qualquer organização ou entidade, pela magnitude de seus objetivos e pelo comportamento exemplar e ético dos membros que o integram, comportamento esse que bem poderia servir de exemplo para tantos elementos tidos como importantes e que detém o poder nas mãos e que a todos nós envergonham com suas ações.
Nesta data, em que estão reunidos, irmanados no espírito leonístico, vivenciam o que poderia ser estendido a outras comunidades, a outros povos, se todo ser humano procurasse desenvolver a compreensão entre os homens, independente de idioma, raça ou credo, buscando a promoção do ser humano.
Nesta época tão marcada por contradições entre palavras e ações, por maus exemplos, vale lembrar os objetivos leonístico, que se bem difundidos a todos, pode sem dúvida nenhuma auxiliar a sociedade na busca de melhores condições de vida. São eles a promoção do bom governo e da boa cidadania; interesse pelo bem estar cívico, cultural, social e moral da comunidade; união dos clubes pelos laços de amizade, bom companheirismo e compreensão mútua; promoção da livre discussão de todos os assuntos de interesse público, excetuando-se o partidarismo político e o sectarismo religioso; incentivo aos homens bem intencionados para servirem suas comunidades sem benefício pessoal financeiro bem como o estímulo a eficiência e promoção de elevados padrões éticos, no comércio, na indústria, nas profissões, nos serviços públicos e nos empreendimentos particulares.
Certamente, se houvesse em todos os lugares deste país ocupando cargos e funções importantes, pessoas com a fibra, dignidade, honestidade, ética, compaixão, solidariedade, comprometimento com a sociedade e com a promoção do ser humano, como meus queridos amigos integrantes do LIONS CLUBE PELOTAS INTEGRAÇÃO, não estaríamos hoje assistindo na televisão, nem teríamos nas manchetes de jornais tantos casos de corrupção, tanta falta de ética, tanto enriquecimento ilícito, tanto proveito e favores pessoais obtidos, em detrimento de uma população cada vez mais sofrida, humilhada e afrontada.
A vocês que me acolheram que abriram seus corações, que deram outro sentido e colorido à minha vida, que procuram se fazer presente a todo o momento, a certeza que em pensamento e de coração estarei sempre com vocês.
Que DEUS os ilumine em sua jornada, para que consigam cada vez mais mobilizar pessoas para trabalharem em prol de campanhas comunitárias, para atingir mais segmentos, integrando-os no humanístico e grandioso objetivo de SERVIR.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.05.19
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br
Data:2007.07.14
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br
Data:2007.07.26
Publicado no site:www.usinadaspalavras.com
Data:2007.08.19

MEDIDA ELEITOREIRA

Li, no mês passado, em um jornal da capital, artigo assinado por influentes políticos, a respeito de ter sido aprovado no senado o PLS 296, que revoga o fator previdenciário para cálculo da aposentadoria pelo Regime Geral da Previdência Social.
Achei interessante a proposição considerando a época proposta, porque já ocorrem em alguns estados movimentos visando anular a reforma previdenciária, levando-se em conta a maneira como foi aprovada, isto é à custa de muito dinheiro do malfadado mensalão, que revelou à população o obscurantismo dos bastidores políticos.
Claro que mudanças são válidas. Esta é uma. Mas o que temos que ver é a coerência das ações políticas. Quando interessa, defendem um segmento, quando não interessa, defendem-se ações propostas por governantes, depois tentam minimizar os efeitos danosos causados à população.
As ações desencadeadas não são isoladas, mas parte de um todo, que só dificulta o acesso à aposentadoria ou a vida do aposentado.
Parece-me que esta proposição de agora não deixa de se enquadrar dentro de um esquema eleitoreiro, que procura dar benefícios ao apagar das luzes, visando ganhar votos para determinado partido, nas próximas eleições.
Não podemos esquecer que as mudanças ocorridas até agora, dificultam o acesso ao benefício.
O aumento da idade para ingresso no mercado de trabalho, com a proibição do trabalho para os menores de 16 anos, exceto como aprendiz (dos 14 aos 16) faz com que mais tarde o trabalhador passe a contribuir.
O estabelecimento da idade mínima para a aposentadoria, criada com a reforma constitucional, retarda a percepção do benefício.
Um dos principais fatores que dificultam a percepção do benefício é o fato de ter sido mudada a exigência de tempo de serviço para tempo de contribuição, como condição para a obtenção da aposentadoria. Isto significa que o empregado pode ser penalizado por algo que não é sua competência realizar, ou seja, o recolhimento da contribuição previdenciária. Assim sendo, a simples assinatura da carteira de trabalho do empregado, pelo empregador não lhe garante o tempo trabalhado para a aposentadoria. O que lhe garante é o efetivo recolhimento da contribuição previdenciária descontada de seu salário .Se o recolhimento não for feito, só lhe resta pleitear no judiciário o cumprimento de tal obrigação.Anteriormente, a comprovação da atividade por parte do empregado era o suficiente para requerer aposentadoria.O dever do empregado é trabalhar , o dever do empregador , entre outros, é descontar do empregado o percentual referente a previdência social e recolhê-lo.
O desconto realizado nas aposentadorias do servidor público, só dificultou a vida dos mesmos, a ninguém beneficiando. A população que fique alerta, pois em ano de eleição tudo é prometido. Passadas as eleições, tudo muda, muitas vezes para pior, geralmente, com o esquecimento das promessas de campanha.
Certamente deve estar sendo considerado o número de idosos da população, que é um contingente imenso de descontentes com os valores e o tratamento recebidos, com as mudanças realizadas e com a atuação de muitos parlamentares.
Querem recuperar a confiança e os votos perdidos.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.05.12

A NATUREZA DE CADA UM                                                                  




Encontrei uma fábula denominada O Sábio e o Escorpião . Resumindo o texto, ela conta que ao ver o escorpião se afogando , um velho sábio oriental foi socorrê-lo.Ao fazer isso o escorpião picou o sábio, que tornou a soltá-lo na água. Ao vê-lo novamente se afogando, voltou a salvá-lo, tendo mais uma vez, o escorpião o atacado.Quem observava a cena , perguntou ao sábio, porque ele era tão teimoso se sabia que o escorpião sempre o atacaria, mesmo que estivesse querendo ajudá-lo.
O sábio , então, respondeu, que aquela era a natureza do escorpião, assim como a sua natureza era ajudar e que não ia deixar que um fato ruim mudasse sua natureza.
O propósito de contar essa fábula tirada da internet,é para mostrar às pessoas,que não devemos mudar nossa natureza, apesar do que nos fazem.
Se alguém nos faz mal, não devemos pagar com o mal, não devemos voltar “a época do “olho por olho, dente por dente”, como na época da pena de Talião, ou do Código de Hamurabi”.
Assim, se alguém nos mente, não devemos nos tornar mentirosos e retribuir na mesma moeda, até porque estas pessoas, na realidade, acabam caindo na própria armadilha, pois inventam tanta mentira, que é impossível sair-se bem de todas, uma vez que acabam sem saber que mentira contaram e para quem.É uma sucessão de fatos mentirosos, que as pessoas terminam por perceber e, por pena não os desmascaram.
Estas pessoas , com este tipo de conduta, terminam ficando sós, porque uma vez percebido como elas são, as pessoas se afastam, até para não perder tempo com pessoas que se tornam sem credibilidade.Perdem a noção de que os relacionamentos são o que de mais importante existe e desta forma os jogam fora.
Somos livres para fazer nossas escolhas.
Pode até que tentemos desculpar os erros pelo determinismo genético, psíquico ou ambiental. Mas todo ser humano tem potencialidades dentro de si para ser bem sucedido ou fracassado,bom ou mal, íntegro ou mentiroso.A ação e o resultado dependem de suas escolhas, de suas decisões, não das condições.
Temos que fazer as escolhas certas e nos responsabilizarmos por elas.
O tipo de pessoa que queremos ser, traiçoeiros ou confiáveis, generosos ou egoístas, rancorosos ou com capacidade de perdoar é que determinarão o futuro.Em qualquer das opções, e na mais simplista das conclusões, temos que ter em mente, que o futuro nos trará a contrapartida das nossas opções e decisões, pois certamente colhemos o que plantamos.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.05.07
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.01
Pubicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br
Data:2007.07.06
Publicado no site:www.usinadaspalavras.com
Data:2007.08.12
Publicado no blogue: http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data: 2007.10.27
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.07.06
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.11.03
Publicado no site:http://www.omelhordaweb.com.br/
Data/2009.07.14
Publicado no site:http://www.olhasoaqui.com/
Data:2009.12.06
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.01.25
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.01.25
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.01.25

AMOR INCONDICIONAL                                                 



Quando solteira tive em casa dois gatos. Foi o máximo que consegui.Apeguei-me a eles e lembro-me de chorar, quando um caiu de uma altura considerável e não conseguia caminhar.
Meu marido e eu tivemos um cão pastor alemão, que teve de ficar com os pais dele, porque fomos morar em apartamento.
Depois do nascimento dos filhos, ainda tentamos ter cachorros de pequeno porte, mas não tivemos sorte.
Nossos filhos sempre nos pediam com a maior insistência, para ter cães em casa. Obviamente, não podíamos atendê-los, pois quatro filhos e cães em apartamento, com ambos trabalhando era algo impossível de manter.
O máximo que conseguimos, para atenuar a frustração deles, foi ter pássaros e peixes. Para sorte deles, no verão, na casa de praia, sempre aparecia algum cão, que por ser bem tratado, alimentado acabava ficando durante o tempo que lá permanecíamos. Por duas vezes, gatas deram cria em nossa garagem, para felicidade deles, que depois se encarregavam dos filhotes, seu cuidado e sua distribuição.
Mas, o tempo passou, eles cresceram, nós nos aposentamos e por inúmeros motivos, resolvemos comprar um poodle para nossa neta, achando que iria ser bom, por uma série de circunstâncias.
Não podia imaginar, passado um ano, que ele iria nos ensinar tantas coisas. Dá trabalho e gastos, é claro. Banho, vacina, tosa veterinário, até radiografia, por ocasião das peripécias que aprontou, mas, ele, o irracional, nos dá demonstração diária de alegria, companheirismo, carinho, apego, fidelidade, cuidado e amor incrível.
Ele reconhece cada membro da família, mesmo os que não moram no mesmo local e cada um que chega,é uma festa. Ele deixa o que está fazendo para ir recebe-los, assim como a nós, quando chegamos em casa.Demonstra toda sua alegria, pelo retorno. Embora pequeno, serve como um grande cão de guarda, dando sinal a cada movimento diferente do habitual.
É obediente, companheiro, estando sempre ao nosso lado, quer ganhe um afago um carinho ou não.
Se estamos tristes e não queremos brincadeiras, ele igualmente permanece quieto, ao nosso lado, como quem diz:- Estou aqui. Neste exato momento, parece que sabe que estou escrevendo a seu respeito, pois saltou de meus pés, para o meu colo.
Se apronta qualquer coisa e ralhamos com ele, baixa a cabeça, fica quieto e sem rancor ou raiva, logo vem pedir carinho.
Vi há poucos meses uma propaganda que ressaltava as qualidades do cão, dizendo que nós , os humanos, racionais, tínhamos muito a prender com eles.
É verdade, principalmente o seu amor incondicional e o que é mais importante, sem cobranças.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.05.04
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.04
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.04
Publicado no site: http://usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.10
Publicado no blogue: http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data: 2007.10.27
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.02.27
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.07.06
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.omelhordaweb.com.br/
Data:2009.07.14
Publicado no site:http://www.olhasoaqui.com/
Data:2009.12.06
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.02.15
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.15
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.02.15
Publicado no site:
http://www.aartenopoder.omelhordaweb.com.br/comentario_poesia.php?cdPoesia=33433&cdResponsavel=964
Publicado no site:  http://www.planetvet.com.br/
 http://www.planetvet.com.br/poesia-ambientais.aspx?codPoeta=36
Data:2011.03.23
Publicado no :http://portadopoetabrasileiro.blogspot.com/2011/03/amor-incondicional.html
Data:2011.03.25

ESPERANÇA NO FUTURO                                





       As atribulações do cotidiano atingem as pessoas, desde os mais jovens aos mais maduros.
       A competição é uma realidade inegável. Torna-se acirrada desde a escola,aumenta consideravelmente na época do vestibular,consolida-se no meio universitário,atinge o ápice na entrada no mercado de trabalho.
Para buscar um diferencial que enriqueça o currículo, o formando sai da universidade e joga-se de corpo e alma em pós-graduação, especialização, mestrado, doutorado, pós-doutorado, buscando cada vez maior qualificação. Vê-se jovens,com menos de 30 anos já com estes títulos .Exigências do mercado.Boa parte deles,só após estas etapas, consegue um trabalho que corresponda à sua qualificação e à sua aspiração.Disputam as vagas, nestes cursos, com pessoas de outras gerações,que só agora estão fazendo tais cursos,porque não tiveram tais exigências ao sair da universidade ou porque não lhes foi possível em função das necessidades a serem atendidas.
É importante que além de toda essa qualificação estejam estes jovens equipados emocionalmente para o trabalho e o pleno exercício da liderança.
Particularmente, acho maravilhoso, quando vejo em determinadas carreiras a grande quantidade de jovens que assumem em função de seu desempenho nos concursos públicos.
Acho extremamente saudável a renovação com mentes abertas, cheias de idéias e ideais, de boas intenções, bons propósitos.
Somado a tudo isso, é importante a consciência de que mais do que nunca, o que a sociedade precisa e espera, além de seus diplomas, é que eles tenham para com o outro e com a própria sociedade o compromisso de serem não só bons profissionais, mas bons seres humanos, que gostem de pessoas, de lidar com elas, que saibam escuta-las (muitas vezes é só isso que precisam) trata-las com carinho e o respeito que todo ser humano busca e merece. Quem ama o que faz presta atenção naquilo que faz.
É importante ser humilde, abnegado no desempenho de suas atividades, para atender às necessidades do outro; ser coerente, no pensamento e ação, comprometido com a sua realização e com a satisfação das necessidades do outro. Sobretudo,é preciso aquilo que mais a sociedade está carente neste momento:honestidade,estar livre de tentações,de enganos,de envolvimentos perniciosos.Aí,sim, poderemos mudar o panorama atual e termos um final diferente daquele que temos visto no nosso cotidiano,com fatos sendo maquiados,distorcidos,disfarçados visando manter no poder figuras que lá estão pelo poder em si, não para servir.
Na verdade, o que precisa a sociedade, é de verdadeiros líderes, bons modelos, comprometidos com a verdade, com a dignidade, o respeito e cujo objetivo seja a ela servir.

Publicado no Diário da Manha-Pelotas-RS
Data:2006.05.01
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.06.11
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.13
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.18
Publicado no site:http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.19
Publicado no portal : www.olhasoaqui.com
Data:2007.09.10
Publicado no site:http://www.brasilescola.com/
Data: 2007.09.22
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data.2007.11.27
Publicado no site:http://www.ampliareducacional.com.br/
Data:2008.09.08
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/materia/6249/esperanca_no_futuro.html
Data:2008.09.19
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2009.05.16
Publicado no site:http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2009.07.13
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.08.20
Publicado no blog:www.donizetimarcolino.blogspot.com/2010/05/esperanca-no-futuro.html
Data:2010.05.22
Ver emhttp://www.lygiafagundestelles.com.br/artigos/esperanca-no-futuro
Publicado no perfil em:http://www.portalliteral.com.br/artigos/esperanca-no-futuro
Data:2010.06.04
Piblicado no site:http://portadopoetabrasileiro.blogspot.com/2011/02/esperanca-no-futuro.html
Data:2011.02.13

Marcadores:

MAIS AMOR, MENOS VIOLÊNCIA                            



Diariamente, as pessoas assistem na televisão notícias de desastres, cataclismos,violência, guerra, corrupção, assaltos, filhos que matam pais e outras atrocidades, desde a hora que acordam até a hora de ir repousar.É uma convivência diária com coisas ruins.Assistem fatos na hora em que eles estão acontecendo, ao vivo,impotentes para agir.
As crianças assistem desenhos, muitos inadequados para a idade, também mostrando comportamentos violentos , agressivos Os adolescentes jogam no videogame ou no computador jogos em que são reproduzidas situações violentas,mortes,guerra e eles sentindo-se , ao jogarem, como participantes de tudo aquilo.
No que se refere à corrupção,convivemos diariamente com tal tipo de fato,mostrados nos noticiários da televisão,nos jornais.Quem deveria dar o exemplo,passa a idéia de que esta prática não é errada, não punindo culpados e distorcendo fatos, valores,condutas,querendo torná-los aceitáveis.Transformam mensalões em simples caixa 2, como se isso também fosse uma prática correta.
E assim vamos seguindo a vida, assimilando como normais coisas em outras épocas jamais vistas ou noticiadas.A população aceitando , ou convivendo com isso tudo como se fosse normal. Mas onde está a capacidade de indignação de cada ser humano, para não aceitar e mudar o que está acontecendo?O que foi feito com a sua sensibilidade?Coisas que eram chocantes, hoje se tornaram banais.
Lendo um dos livros de A.Cury,entendi que o que está se passando com a humanidade em geral.É o que ele chama de psicoadaptação.E a incapacidade de reagir frente à exposição continuada, repetida de um mesmo estímulo.
Assim passamos a aceitar de uma forma doentia tudo que acontece à nossa volta.Nos adaptamos, nos acomodamos.Nossa emoção não reage.
A dor do outro torna-se tão comum que acabamos por nos tornar insensível.Assim o jovem assassinado, a criança violentada, a população massacrada, enganada passa a ser só números estatísticos ou fato comum diante da alienação inconsciente das pessoas.
Como mudar isso ,então? O primeiro passo é a conscientização de cada um, pensar se queremos continuar vivendo assim.Temos que dizer um basta, se não quisermos vivenciar mais tal situação.Temos que ser agentes no processo de mudança, acreditar que nossa vontade pode influir muito .Se cada um tiver consciência do peso de sua vontade, de suas ações,através dos mecanismos legais de mudança,deixaremos de ser simples expectadores das mazelas sociais impostas muitas vezes por quem detém o poder,em conseqüência de nossa omissão,ou de escolhas erradas.
Temos que ser criteriosos e firmes em fazer valer nossa vontade e mostrar nosso desejo de que queremos outro tipo de sociedade,de representatividade.É necessário mostrar isso na hora devida,com os instrumentos legais que nos são garantidos.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.04.26
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.05.27
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data.2007.07.04
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.brData:2007.07.13
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.09
Data:2008.07.13
Data:2009.05.16
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.08.20
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.03.12
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.03.12
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.03.12

LIBERDADE E CRESCIMENTO                                              



Percebo o quanto é difícil para as pessoas entenderem que o caminho para um bom relacionamento é a confiança e a liberdade. E, naturalmente, o amor.
Em nome dos sentimentos muito tem sido exigido. Algumas pessoas têm dificuldade de entenderem que ninguém é dono de ninguém que os gostos, desejos, aspirações de uma pessoa, não são necessariamente os de outra.
Claro que temos que educar as crianças, apontar caminhos e dar limites, mas temos, sobretudo, que amá-las.
Até uma determinada idade, somos quem sinaliza quem dá diretriz, diz o sim ou o não, mas quando os filhos são adultos eles seguem seu próprio caminho, independente de nossa vontade, gosto ou desejo.
Muitos pais tentam projetar nos filhos suas expectativas. Querem realizar através deles, sonhos que não puderam realizar. Induzem à determinadas carreiras,a determinadas práticas , muitas vezes sem considerar a vontade, a aptidão ou vocação do filho.Nada mais sufocante que isto.
Aquele que se sente sufocado, aprisionado, desconsiderado ignorado em seus anseios, em seu eu, tende a procurar se libertar, buscar conquistar seu espaço o mais rápido possível.
É preciso aprender a confiar, dar espaço onde cada um possa exercitar sua vontade, realizar suas habilidades e potencialidades, conquistar, atingir metas, se auto-afirmar. Aquele que se sente satisfeito, realizado,sente-se livre, valorizado e não oprimido, como um mero executor de vontades alheias.
Quem está feliz onde está, fazendo o que gosta, não vai embora. Ou melhor, até poderá ir, quando sentir necessidade de voar mais alto e mais longe, mas quem sai feliz apoiado, saindo de um local onde lhe foi permitido viver, crescer como pessoa, volta, porque leva tudo isto no coração. Ali será sempre o seu ninho, o seu lugar de aconchego, de calor humano, o seu referencial.
Por isso, se quisermos alguém perto de nós, temos que abrir o coração, a mente, e as portas para que saiba e sinta que o que o prende são os laços indestrutíveis do amor.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.04.20
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.04
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data: 2007.07.10
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data: 2007.08.19
Data:2007.12.02
Data:2008.12.15
Data:2009.04.19
Data:2009.04.19
Publicado no e-book Pensamentos Dispersos em http://www.celeirodeescritores.org/ na Galeria Literária
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.08.19
Publicado no livro : Projeto Literário  Delicatta IV -Coletânea Poesias Contos e Crônicas
S.Paulo: Grupo Editorial Scortecci,2009
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.03.03
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.03.03
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.03.03

CONSTATAÇÕES                                               

Os acontecimentos se sucedem em nossa vida, e no momento que ocorrem, geralmente, não temos condições de analisá-los e verificar sua real importância, nem a dimensão dos seus efeitos em nossa vida futura.
Nos momentos que paramos que nos detemos para analisar é que percebemos certas coisas.
Estas paradas nos possibilitam refletir sobre nós mesmos, identificar situações que vivenciamos, escolher rumos a serem seguidos. Passamos por transições, rompimentos que podem ser dolorosos, mas é preciso abrir espaços em nossa vida para coisas novas, sermos empreendedores na busca pela felicidade pessoal.Temos que ser criativos,sermos batalhadores,não desanimarmos frente aos obstáculos.
Geralmente agimos de forma impetuosa diante de situações desgastantes. Temos a tendência a nos preocuparmos com situações inventadas por nossa imaginação, no entanto, nossas preocupações,na maioria das vezes,são só preocupações infundadas.Não se concretizam, felizmente.
É preciso,então, encontrar novos modos de encarar a vida,os temores, o futuro.Percebermos que tem coisas que dependem de nós e outras, que não dependem e que por mais que nos esforcemos não temos como mudá-las.No que depende de cada um,não de fatores externos,percebo que é importante levar a vida de uma forma mais leve, deixar para resolver certas situações, quando elas ocorrerem.Muitas vezes não valem o desgaste antecipado.
Percebo que devemos procurar viver de forma que não nos sintamos sobrecarregados emocionalmente. Existem sentimentos que pesam muito e só fazem mal para aqueles que os carregam como mágoas, decepções, culpas, rancores, enfrentamentos.
É necessário entrar em contato como nosso interior,ver nossos reais desejos, nossos sonhos.
Através do autoconhecimento e crescimento interior é possível perceber o que deve ser mudado,reconhecer, os espaços que devemos abrir em nossas vidas, para que sejam ocupados por outras coisas que nos façam mais felizes.
È necessário manter o equilíbrio entre a vida pessoal,profissional, a saúde física e emocional para atingir um estágio de plenitude espiritual que nos dá a real dimensão de nossa existência e nos faz sentir livres e realizados.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.04.13
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.11.17
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.01
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.10
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.19
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.12.02
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2009.03.01
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.08.19
Publicado no site:http://www.blig.ig.com.br/espacodelazerearte
Data:2010.04.09
Compartilhado no http://www.facebook.com.br/
Data:2010.04.09
Publicado no http://www.netlog.pt/
Data:2010.04.09
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.04.09

TESOUROS COMPARTILHADOS                                   

Há quem pense que acumular bens materiais seja o mais importante na vida. Dedicam-se por anos a trabalhar incessantemente para poder conquistar certos prazeres,certos bens, sem se importar se para conquistar isso estão sacrificando coisas mais importantes.Ao dizer isto, não significa que não é correto, saudável e necessário trabalhar com dedicação , conquistar segurança, poder proporcionar à família e a si mesmo certo conforto.
Refiro-me àquelas pessoas que se dedicam exaustivamente a uma coisa, descuidando-se do restante à sua volta e até de si mesma, de sua qualidade de vida, da qualidade de suas relações, esquecendo-se de cultivar o jardim da casa e do coração. Assim como as plantas para crescerem fortes e saudáveis precisam de cuidados, as pessoas e os sentimentos também precisam de cuidados, de atenção, de doação.
É preciso dividir o tempo para o trabalho, para a família, para o lazer, para os afetos, para cuidar do espírito. Se nosso tempo é preenchido demais por uma coisa, não sobra espaço nem tempo para as demais.
É preciso ver os filhos crescerem (e eles crescem rápido) acompanhar cada etapa, estar perto para ver os primeiros passos, as primeiras palavras, o primeiro dente que cresce e depois o primeiro a cair, o primeiro tombo, as primeiras artes, a entrada na escola, as festas de aniversário, a apresentação do balé, o jogo de futebol do filho, a festa no colégio, porque ao nos darmos conta já está na festa de 15 anos, na formatura, cada um alçando vôo rumo ao horizonte. Se cada etapa não for acompanhada, vivenciada e orientada para um futuro mais seguro e confiante não haverá chance de voltar atrás.São tempos que não voltam,etapas que ficam perdidas no passado.
A presença, o apoio, a dedicação, a cobrança de atitudes, a colocação de limites são coisas fundamentais para um desenvolvimento seguro e sadio, são suportes para a segurança emocional futura. São bagagens que acompanham o indivíduo por toda a vida. Por isso, mais importante que encher as pessoas de bens materiais é preencher o seu coração, sua memória de bons sentimentos, de confiança, de valores, pois estes sim não se desatualizam não se desvalorizam, não saem da moda, ao contrário são tesouros compartilhados que acompanham as pessoas pelo resto de suas vidas.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.04.11
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br2007.06.25
Publicado no site: http://usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.12
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.12.02
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2009.05.16
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2009:05.16
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.08.19
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.03.02
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.03.02
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.03.02
Publicado no site:http://www.artigonal.com/
Data:2010.03.02

PARA VIVER MELHOR                                  

Muitos autores, atualmente, procuram indicar pontos, passos ou programas para que se possa ter melhor qualidade de vida, proporcionar mais realizações e ser mais feliz.
Há pontos que são comuns a todos, variando na maneira como são apresentados, entretanto o núcleo da mensagem, a idéia principal é a mesma.
Vale destacar estes pontos comuns entre eles, considerados básicos para atingir melhor qualidade de vida, a prática de atividades físicas, a alimentação saudável, a espiritualidade, o controle das emoções e a busca do conhecimento interior, ou autoconhecimento.
Os dois primeiros itens envolvem disciplina, para que se forme o hábito saudável que irá se tornar fator importante para a manutenção da saúde.
A espiritualidade é algo subjetivo, não envolve, necessariamente, uma religião específica, mas crença em um ser superior na busca por aquilo que a ciência geralmente não explica.
O controle das emoções e o autoconhecimento envolvem mudanças, reformulação e /ou redefinição de parâmetros na constante busca de crescimento, em qualquer idade do indivíduo, pois não se deve parar nunca de aprender nem de buscar conhecer-se melhor.
Implica em saber enfrentar as perdas e superá-las, esquecer as mágoas, libertar-se da raiva, liberar emoções negativas, saber perdoar para não se isolar e com isso afastar os afetos.
Para se conhecer melhor é preciso aprofundar-se nas emoções, ao invés de evitar vivê-las para não sofrer. Quem não sofre por enfrentar certas dores,também não conhece o lado bom do auto conhecimento.Isola-se e não enriquece através dos relacionamentos.
Para atingir estas metas é importante ter a mente aberta para as mudanças e para um constante aprendizado,que atualiza, amadurece independente da idade biológica, pois sempre é tempo de aprender, de olhar o mundo com a curiosidade de um eterno aprendiz.
O resultado de tudo é o fortalecimento interior que facilita os relacionamentos, cria empatia, dá mais sabedoria, proporcionando viver de forma mais plena cada fase da vida.]
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.04.03
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.04.24
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data>2007.07.04
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.09
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.12
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.12.02
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2009.05.16
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.06.22
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.02.18
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.18
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.02.18

CAMINHOS PARA O ENTENDIMENTO                                                          



Na idade adulta pensamos e agimos de acordo com o que somos e de acordo com a bagagem emocional acumulada ao longo de nossa existência. Algumas situações nos marcaram de forma positiva e outras de forma negativa, principalmente porque,às vezes, as pessoas enfatizam nossos erros o que pode induzir ao esquecimento de nossas qualidades.
Todos cometemos erros, todos temos sentimentos positivos e negativos, o que temos que ter consciência é que os erros são comportamentos, que podem ser aprovados ou desaprovados e corrigidos. Em se tratando de crianças, temos que corrigi-las, mas sem deixar de passar a mensagem que desaprovamos o comportamento, não a ela, que a amamos, para que não desenvolva sentimento de rejeição.
A aceitação por parte do outro é uma necessidade de qualquer ser humano, por isso é importante saber destacar as qualidades, incentivar e reconhecer comportamentos e atitudes positivas.
Se não agirmos assim podemos desestimular por não estarmos reforçando uma conduta positiva, o que poderá até eliminá-la, pois não foi alvo de nenhuma demonstração de aprovação. Cometer esta falha é muito comum, geralmente enfatizamos o negativo com a punição aplicada, não a exaltação do positivo com o respectivo reforço.
As pessoas de um modo geral precisam ser entendidas, compreendidas, valorizadas. Uma atitude importante é saber colocar-se no lugar do outro para tentar compreender as suas reais necessidades, qual sua maneira de pensar, sob qual perspectiva ela está encarando ou vivenciando uma determinada situação.
Muitas vezes julgamos que alguém esteja errado e na realidade não nos damos conta que a maneira como ela sente, de acordo com suas vivências é outra. Não devemos julgar, mas compreender.
São pequenas coisas, pequenas atitudes que no cotidiano podem melhorar os relacionamentos, a convivência, tornando o ambiente mais leve.
A disposição interna de colocar em dúvida posições pessoais é uma atitude que demonstra boa vontade, desejo de conciliação, de entendimento, de buscar alternativas, ao contrário de posicionamentos inflexíveis, que dificultam a comunicação, a busca de soluções.
Pensar que podemos estar errados, já é um bom começo para questionamentos, rever posições, mudar.
Afinal somos humanos, o que significa que erramos, mas temos que tentar acertar. Não somos só bons ou só maus. Temos que procurar fazer sempre o melhor, para nós, para os outros, para a sociedade como um todo. Não é só ser bonzinho, fazer o que todos querem, mas o que necessita ser feito, com honestidade, com clareza, com dignidade, com ética, com educação, procurando agir desta forma em qualquer situação, afinal, educamos pelo exemplo.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.03.25
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.12.28
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br/
Data.2007.07.09
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br/Data:2007.07.18
Publicado no site:http://usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.10
Publicado no site:http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.11.07
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.10.27
Publicado no site:http://gavetadoautor.sites.uol.com.br/
Data:2008.11.07
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2008.11.23
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.03.03
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.02.25
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.02.25
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.25

ATINGIR METAS... REALIZAR SONHOS


Há um tempo atrás, tive oportunidade de assistir uma palestra motivacional, na qual o palestrante enfatizava a importância de ter sonhos, pois são eles que nos projetam para o futuro.
Para mim foi muito importante, um motivo a mais para me empurrar para frente.
Os sonhos não estão ligados à idade. Não são privilégio nem prerrogativa da infância, adolescência, juventude ou idade adulta.
Qualquer pessoa, independente da idade, pode ter sonhos. Aliás, deve ter sonhos. Muitas vezes esses sonhos são esquecidos pelas necessidades que surgem ao longo da vida, pelas escolhas que temos que fazer em função de momentos e situações vividas.Mas em determinada época da vida ,quando certas etapas já foram cumpridas, quando há mais tempo disponível, e já podemos pensar mais em nós e não só nos outros, porque não podemos realizar sonhos que ficaram adormecidos em algum canto do passado?
Sonhar revitaliza, dá novas energias, evita acomodação, afasta o medo porque a pessoa estabelece metas, se empenha em alcançá-las, amplia seus horizontes, conhece seus limites e ainda tem a oportunidade de superá-los. Isto proporciona autoconhecimento,dá mais confiança,faz com que se estabeleçam novos objetivos a serem atingidos.
Não é necessário que sejam sonhos grandiosos, às vezes são coisas mais simples, que por uma circunstância qualquer não puderam se concretizar em outra época. Porque não resgatá-los, porque não se dar esta satisfação? Mas, também podem ser sonhos grandes, porque não? Qualquer pessoa pode sonhar alto. Então é necessário preparar-se , aprimorar-se,lutar, empenhar-se muito, correr atrás daquilo que almejamos.Enquanto estamos empenhados em algo, o tempo passa , as dificuldades vão sendo superadas gradativamente,as barreiras transpostas e aquilo que poderia parecer inatingível cabe direitinho em nossas mãos, como um prêmio ou um presente divino, fruto de um esforço pessoal, de aprimoramento ,muitas vezes exterior e interior , causando uma emoção muito grande e dando-nos a certeza que com trabalho, dedicação, fé, coragem e muita determinação podemos conquistar o que desejamos.Tudo aquilo pelo qual lutamos, ao conseguirmos tem um sabor muito especial.São emoções únicas, que nem o tempo pode apagar.
Viver é muito bom. Sentir-se vivo melhor ainda.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.03.24
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.05.08
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.09
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br
Data:200707.17
Publicado no site:http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.10
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data.2007.11.07
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2008.12.14
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2009.05.16
Publicado: Eldorado:Coletânea de Poemas, Crônicas e Contos /Celeiro de Escritores. Santos/SP:
Ed.Sucesso 2009 Vol XII
Publicado no e-book Pensamentos Dispersos em http://www.celeirodeescritores.org/ na Galeria Literária

QUALIDADE DE VIDA                                           



Cada vez mais as pessoas estão percebendo que é importante ter qualidade de vida. Busca-se qualidade no trabalho,nas relações, na maneira de vivermos.
Como buscar isto para o cotidiano de cada um?
É necessário buscar aquilo que cada um tem por objetivo para satisfazer suas necessidades e seus anseios.
É verdade que nem todos dispõem de recursos para atingir o esperado.
A uma primeira análise, ter qualidade de vida pressupõe ter satisfeitas todas as necessidades básicas que são previstas na constituição e que utopicamente deveriam ser satisfeitas até por quem recebe o salário mínimo, quais sejam moradia, educação, saúde, e lazer.
Sabe-se da importância de uma alimentação saudável, com diversidade de nutrientes para manter o corpo sadio. Portanto,alimentar-se bem o mais balanceado e natural possível é o mais indicado.
É importante estimular a prática de exercícios físicos. O cuidado com o corpo melhora, entre outras coisas, o sistema respiratório, as articulações,dando maior mobilidade, o que sem dúvida é importante.
Uma boa leitura estimula a mente. Mantém viva a imaginação, aperfeiçoa o espírito.
Há quem pense que dinheiro gasto em lazer é desperdício. Entretanto, é investimento em saúde. Lazer traz alegria, colorido à vida.Nem sempre pressupõe gastos.Uma reunião de grupo para assistir um filme, uma comédia, que alegra e faz as pessoas fugirem das notícias pesadas do dia a dia , nos noticiários de televisão pode ser uma ótima forma de lazer.
Uma visita a uma exposição em companhia de pessoas amigas, além de atividade cultural é lazer. Há várias na cidade e nada custam.
Ouvir música ao gosto de cada um, participar de grupos na comunidade que se dediquem a auxiliar pessoas carentes também são coisas importantes para ter melhor qualidade nas relações. Uma boa forma de participar de grupos, para quem gosta de música e de cantar é a participação em grupos de canto coral que há inúmeros na cidade e proporcionam uma atividade maravilhosa para combater o estresse além da finalidade cultural e artística em prol da comunidade e dos próprios integrantes.
Os grupos propiciam relações profundas, nele trocamos histórias pessoais, nos revelamos mutuamente e assim nos auxiliamos. Formamos parcerias, exercitamos o amor e o respeito ao outro, evoluímos, crescemos.Neles experimentamos o calor da amizade, a alegria pela presença do outro e pela partilha de experiências.Desenvolvemos nossos dons e talentos para o bem de todos e não em proveito próprio.Agimos como um todo, buscamos o ideal pra a maioria.Deixamos o egoísmo de lado.Nos tornamos mais humildes.Escutamos mais. Eles passam a ser como nossa segunda família.
Qualidade de vida pressupõe equilíbrio nas atividades, comunicação, relações com grau de afetividade capaz de despertar sentimentos altruístas, pois o isolamento não proporciona trocas e só leva às frustrações.
Enfim, há muita coisa que podemos fazer, para viver melhor, buscar harmonia interior, equilíbrio, integração na comunidade, qualidade nas relações e que dependem principalmente de nossa disposição interna.
Publicado no Diário da Manhã - Pelotas-RS
Data:2006.03.21
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data: 2007.07.04
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.08
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.12
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.11.02
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.07.06
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.10.27
Publicado no site:http://www.omelhordaweb.com.br/
Data:2009.07.14
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.01.15
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.01.15
Publicado no site:http://www.nadinedubal.com.br/blog/artigos/
Data:2010.03.29

VIVER É UM CONSTANTE APRENDIZADO                  


Comecei, hoje, um novo livro. Aliás, ultimamente, estou sempre começando algum. A leitura é muito gratificante.
Tive uma grande surpresa e uma alegria imensa ao ver que o livro discorria sobre como proceder para conquistar melhor qualidade de vida. Vi que sem ter conhecimento do conteúdo de tal livro, a minha vida tinha mudado graças às constatações que tinha feito sobre como estava minha vida, o que precisava ser mudado, quais minhas prioridades e como fazer para obter os resultados que queria.
A nossa vida não deve se constituir em mergulhar em uma única coisa até à exaustão, mas saber aproveitar cada coisa que ela nos oferece, ou que nós vamos buscar, de forma gradativa, planejada, equilibrada, para melhor desfrutá-la.
Em meu caso, percebi que o urgente a ser tratado era a saúde. Assim fazendo readquiri algo básico na vida de qualquer ser humano: saúde, integridade física, liberdade de realizar por minha própria conta certas coisas, sem depender de ninguém;auto-estima,por todos os reforços positivos proporcionados por aqueles que me cercam; possibilidade de ampliar horizontes, através da inserção em grupos que levam a um crescimento nas relações afetivas e sociais.Tudo isso somado leva a um melhor desempenho que gera reconhecimento e novas possibilidades.
Aprendi a identificar o que devia ser feito o que queria fazer e o que poderia ser feito por outras pessoas. Sentir-se responsável por tudo, não é o mais indicado.Temos que dar oportunidade para outras pessoas crescerem, desenvolverem-se.Amadurecer.
Aprendi a estabelecer certos limites. Meus compromissos passaram a ter igual importância aos dos outros membros da família. Era hora de cuidar de mim, sem que com isso estivesse sendo injusta ou egoísta. Todos nós merecemos esse cuidado.Passei a escrever o que achava importante. Reorganizei minhas idéias e sentimentos. Como já me referi em outras ocasiões, mudei alguns hábitos, readquiri outros, estou sempre me reservando coisas novas, estabelecendo metas, organizando tempo, procurando fazer coisas que por qualquer motivo não estava fazendo, embora o desejasse.Uma delas foi escrever estes pequenos textos , pois tenho esperança que sirvam para esclarecer e ajudar pessoas que estejam necessitando.
É um processo que nos realimenta. Abrimos nosso coração e em troca temos recebido cartas, ligações telefônicas a nos apoiar e incentivar.
Percebi que a vida passa muito rápida e que em segundos ela pode mudar radicalmente. Então temos que fazer de cada momento um aprendizado , celebrar cada conquista,dividir as alegrias.Já consegui muito. Ainda tenho muito a aprender e a fazer.
Finalmente, aprendi depois de muito tempo, que temos que pedir menos e agradecer mais.
Um momento importante foi quando percebi que o mais acertado era confiar. E, no momento que, humildemente, em oração entreguei minha vida a Deus, para que tudo fosse feito segundo Sua vontade, passei a ter mais paz, esperança e alegria.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.03.17
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.04.16
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.07
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.brData:2007.07.17
Publicado no site:www.usinadaspalavras.comData:200708.12
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data: 2007.11.01
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.07.06
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.11.03
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2008.12.08
Publicado no site:http://www.3milenio.inf.br/
Data:2009.01.03
Publicado no site:www,dominiocultural.com
Data:2010.02.27
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.02.27
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.27

O QUE IMPORTA                                                           


Não importa o nome, se Maria, Joana ou Teresa. Não importa a raça,a profissão a crença nem a condição financeira.
Importa o que temos no coração e na mente, qual nossa visão de mundo, o que recebemos de nossa família, como somos no presente e o que buscamos. Isto não tem a ver com idade, pois sempre é tempo de esperança,sempre é tempo de semear.Não importa quem vai colher os frutos.Isto é doação,generosidade,dar sem olhar a quem.
Importa nossa alegria, nosso desejo de realização, a capacidade de sonhar, a tenacidade para enfrentar desafios, a maturidade de perceber que não se ganha sempre, que a vida não é só feita de momentos bons e alegres.
Importa ter a dignidade de recomeçar do nada, quando é preciso nos desmontar para podermos nos recompor.
Importa abrir espaço para o diálogo, exercitar a ternura, a solidariedade, a capacidade de perdoar e a disposição de não se acomodar.
É importante evoluir com a vida, não ficar paralisado pelo medo do futuro incerto, preocupado pelo avanço da idade, das mudanças físicas.
É verdade que algumas coisas pioram com o tempo, a visão, a memória, a agilidade, entretanto, podemos aprimorar outras áreas, como a inteligência, a sabedoria,
a paciência, a tolerância, a alegria, a solidariedade, a amizade.
Importa diluir a amargura, conviver com alegria, ser verdadeiro, ser sensível para ter a capacidade de perceber e sentir a presença Divina nas pequenas coisas do dia a dia, nas boas e naquelas não tão boas, pois Deus também pode estar na tempestade.
Importa ter fé, aprender com os erros, construir relacionamentos saudáveis para manter o espírito forte, dar o melhor de si para superar as adversidades, os medos e ter confiança que o futuro pode ser melhor e que isto depende muito de nosso modo de ser e de como nos preparamos para recebê-lo.

Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS em comemoração ao Dia Inernacional da Mulher
Data:2006.03.08
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.08
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.12(com alteração)
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.11.02
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.03.01
Publicado no site:http://www.olhasoaqui.com
Data:2008.03.03
Publicado no site:http://www.wmulher.com.br/ (Homenagem ao Dia Internacional da Mulher)
Data:2008.03.05
Publicado no site:http://minha.bolsademulher.com/perfil/mirianmiranda/blog/ver/200805
Data:2008.05.18
Publicado no site:http://www.omelhordaweb.com.br/
Data:2009.03.03
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2009.03.03
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.03.03
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2009.03.03
Publicado no site:http://www.brasilescola.com.br/
Data:2009.03.03
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2009.03.04
Publicado no site:http://www.3milenio.inf.br/
Data:2009.03.23
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.01.30
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.01.30
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.01.30
Publicado no site:http://portadopoetabrasileiro.blogspot.com/2011/03/o-que-importa.html
Data:2011.03.07
Publicado no site:http://www.favascontadas.com.br/o-que-importa-homenagem-as-mulheres
Data:2011.03.07
Publicado no site: http://clubedalinguaport.ning.com/profiles/blogs/o-que-importa
Data:2011.03.08




Marcadores:

APRENDENDO COM A NATUREZA                               
                            

O dia amanheceu lindo. Uma suave brisa, um céu limpo com o sol a brilhar. Desde que aqui chegamos tenho mantido minhas caminhadas diárias, uma bem cedo e outra à tardinha.
Hoje, ao contrário dos outros dias, deixei para caminhar na praia. Foi uma decisão acertada. O mar, apesar do perigo sinalizado, estava lindo em toda sua magnitude, porém solitário, sem ninguém a deliciar-se em suas ondas. Alguém já disse que devemos aprender com o mar, cujas ondas , ora estão altas, ora estão baixas.Assim é nossa vida.
Quem lá estava dedicou-se a conversar, em grupos, a ler, ou simplesmente a contemplá-lo, bronzeando-se ao sol, ou a caminhar. Optei pela última possibilidade.
Ao caminhar, meu primeiro sentimento foi de gratidão. Agradeci ao Senhor, por me permitir lá estar e desfrutar de toda aquela paz e beleza, por sentir a areia macia sob meus pés e, sobretudo pela simples possibilidade de poder caminhar, sentindo o sol sobre minha pele , ouvir o barulho do mar. Fiz questão de não utilizar meu mp3 para desfrutar da natureza em toda sua intensidade, com todos os sentidos aguçados.Queria ouvir,ver,tocar e até sentir o cheiro característico do mar.
A caminhada faz com que eu sinta o que me cerca e escute meu coração.
Percebo que ainda há muito por fazer, muito a ser mudado.
É preciso ir com calma para dar tempo para os outros se acostumarem. Tenho que saber me comunicar, me fazer entender. Não quero perfeição de ninguém. Só quero melhorar e com isso melhorar os relacionamentos, proporcionando mais harmonia,mais diálogo.
Após a caminhada, aproveito para ler, para escrever.
A calma e a tranqüilidade do local passam uma sensação muito boa. Propiciam a reflexão.
Férias é para nos darmos um tempo precioso, nos presentearmos com a falta de compromissos agendados, com o lazer, com a alegria, com a fuga da rotina, dos horários, com o repouso, com o prazer e a oportunidade de descobrir outros lugares e redescobrir a nós mesmos, soltar as amarras e as emoções, ver o sol se por e ter a certeza de que assim como ele, podemos renascer a cada dia.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.03.03
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.05.10
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br
Data:2007.07.07
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br
Data:2007.07.17
Publicado no site:www.usinadaspalavras.com
Data:2007.08.10
Publicado no site:http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.11.02
Publicado no site:http://www.veropoema.net/
Data:2007.11.18
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.10.27
Publicado no site:http://gavetadoautor.sites.uol.com.br/
Data:2008.11.07
Data:2009.07.14
Publicado no Livro:Pequenas Histórias-1ª Edição -Editora Cidadela-P.Alegre-RS


RECONQUISTA DE SI MESMO



A partir de uma correspondência recebida, na qual a pessoa falava sobre as pessoas que sofrem de solidão afetiva, surgiu-me a idéia de escrever sobre isto, sempre com o intuito de ajudar às pessoas.
Não sabia como começar. Como em outras ocasiões, durante minha caminhada recordei-me de um fato: Certa ocasião, há mais de dois anos, assisti uma entrevista de uma pessoa que escrevera um livro relatando sua experiência de vida.
Ela conseguira emagrecer 61k, sem cirurgias, só com tratamento. Estava muito bem, mantendo-se saudável já há cinco anos.Na época, pensei, que se ela tinha conseguido aquele feito eu também poderia conseguir. O que a fizera obter aquele resultado não era o fato de ter posses, de ser rica, mas algo dentro dela a levara a lutar pelo que desejava.
Ela acreditara em si mesma, em sua força, em seu potencial.
Aquilo me ajudou e iniciei minha empreitada pessoal. Busquei força, fé, coragem, determinação dentro de mim.Recuperei minha auto-estima, acreditei em mim.
Vejo que a baixa auto-estima ou a ausência dela é um dos fatores que podem levar as pessoas ao desânimo, à solidão, pois elas não se julgam merecedoras de sentimentos bons, de afeto, de atenção, nem de si mesmas, quanto mais das outras pessoas. Então, o primeiro passo é acreditar que todos tem condições de se desenvolverem, enfrentar dificuldades, realizar suas potencialidades, concretizar seus sonhos, superar seus medos, inseguranças e estabelecer relações pessoais satisfatórias, enriquecedoras , prazerosas, superando a depressão.
Ter sentimentos negativos faz parte da vida, mas isto não pode nem deve ser uma constante, nem podemos sucumbir a eles, deixar que dominem nossa mente, e nos torne pessoas engessadas, sem possibilidade de movimento e de ascensão.
É preciso desenvolver o respeito por si mesmo, atender às próprias necessidades, sem que isto implique em egoísmo, nem em infringir os limites ou direitos alheios, mas reconhecer os próprios limites e valores, buscando sempre o aperfeiçoamento como ser humano. Isto ocorre depois de um reconhecimento interior.Com o interior sereno, torna-se fácil buscar o que está fora de si mesmo.Como diz C.G.Jung, “Quem olha para dentro acorda.”
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.02.28
Publicado no site:http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.08
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.10
Publicado no site:http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.12


Data:2009.04.19


Data:2009.05.16


Data:2009.07.13
crédito de imagem

PENSAMENTOS DISPERSOS                              


Ao longo destes últimos dois anos, tenho mudado algumas coisas em minha vida.
Comecei percebendo que tinha que parar de me queixar. Ao invés de atribuir culpa à outras pessoas,pelo que não ia bem comigo,resolvi que era hora de assumir o papel de protagonista de minha vida e não de coadjuvante.A minha vida tem que ser vivida e decidida por mim.Isto vale para qualquer pessoa maior , adulta, responsável e com condições de se sustentar. Cada um tem que assumir suas escolhas, seus atos e suas conseqüências. Culpar os outros é dar-lhes um poder muito grande. Poder para escolher, decidir, alterar, dominar a vida e a liberdade, ambos bens inalienáveis.
Isto tem sido feito gradativamente. Aos poucos fui buscando alterar padrões de comportamento de modo a satisfazer minhas necessidades, meus anseios, para atingir meus objetivos.
Fui me desapegando de velhos conceitos para tentar viver melhor. Passei a expressar meus desejos, a me preocupar mais comigo e me dar o direito de decidir sobre minhas necessidades,sem que isso interferisse nos direitos alheios.Passei a exprimir minhas opiniões e a querer que minhas decisões fossem entendidas e respeitadas.
Em síntese, creio que passei a me respeitar, a não me sentir culpada por não deixar que invadissem um espaço que era meu, pois quem só concorda com os desejos alheios, indo contra os seus, acaba acumulando muitas tensões, o que é ruim, pois resulta em revolta ou em depressão.
Tento tentado entender o ponto de vista alheio embora isso não signifique que sempre o aceite ou que o aceite de todo, mas passei a querer o entendimento e a aceitação do meu modo de pensar, para só assim ser possível um entendimento, sem imposições inflexíveis.
Percebi que não tinha que mudar as outras pessoas. Tinha que mudar a mim e ir em busca do que queria.Com isto mostramos aos que nos cercam que as mudanças são salutares, que entrar em contato com o novo, nos renova nos revigora e nos dá novas forças.
Assim como antes, aprendemos a agir e nos comportarmos de uma maneira, podemos aprender outros comportamentos que nos façam viver e nos relacionar melhor, desde que tenhamos claro quais nossos objetivos, nossas metas, e que façamos isto sem atropelos, evoluindo a cada etapa vencida.
O caminho não é fácil, mas é gratificante. Como passamos a nos comportar diferente, também os outros se modificam.Atingir metas, realizar desejos nos torna satisfeitos, felizes, mais leves, mais realizados.Percebemos que a felicidade está no caminha percorrido e não nos outros e que a recompensa é a paz interior.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.02.25
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.03.20
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.01
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.07
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data: 2007.08.12
Publicado no site: http://www.icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2007.11.01
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.07.06
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.11.03
Publicado no site:http://www.wmulher.com.br/
Data:2008.11.17
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2008.12.08
Publicado no site:http://profile.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewProfile&friendID=434633775
Data:2008.12.13
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.01.31
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.01.31
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com/
Data:2010.01.31

INCENTIVO




Em um artigo publicado há poucos dias, enumero os benefícios da caminhada, para a saúde. Coloquei ali o resultado de conclusões pessoais.
Recebi uma correspondência de uma leitora do Diário Popular expondo-me suas necessidades e dizendo-me que o que eu escrevera a fizera lembrar de um livro que lera, chamado A Cidadela, onde o personagem desperta para a vida, após um período de depressão, através da ajuda de um amigo e das caminhadas. Disse-me , também , que minhas conclusões iriam servir de incentivo para ela.
Confesso que li o livro há mais de 30 anos e não me recordo do conteúdo, mas, certamente. procurarei relê-lo.
Esta semana, lendo Caminhos para Liberdade, de Anselm Grün, encontrei um trecho que me fez lembrar da leitora, por isto resolvi retornar ao tema, já que não tenho como me dirigir a ela, para enfatizar o assunto do livro por ela citado.
O autor, que é monge, conselheiro espiritual e grande estudioso de psicologia, fala das pessoas que tem medo do silêncio, que estão constantemente em fuga. Em função disso, o autor organizou uma caminhada,onde os participantes deveriam caminhar em silêncio.Houve quem protestasse, por medo do que poderia vir à tona.Entretanto,após o feito, perguntaram quando poderiam repetir a experiência , com os belos pensamentos.
A caminhada e o silêncio resultaram em pensamentos e reflexões.
Quando não queremos refletir, procuramos um sem número de atividades, que nem sempre nos gratificam, só para nos mantermos ocupados e não pensar. Mas se não enfrentarmos nossos pensamentos, nossas verdades, não nos sentiremos livres.
A reflexão harmoniza nosso interior. Ficamos concentrados em nós mesmos, nos damos atenção, tempo e esforço.Isto faz com que nos liguemos em nossas reais necessidade.Nos dá oportunidade de rever sentimentos,ações e mudar comportamentos.Pode nos despertar e fazer com que alteremos velhos paradigmas.Tudo isso nos conduz à satisfação interior.Uma vez satisfeitos, irradiamos sentimentos bons e acabamos harmonizando o ambiente e as pessoas que nos cercam.
Assim, espero estar contribuindo mais com a leitora que generosamente me incentivou a continuar escrevendo.
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.02.11
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br
Data:2007.07.06


A ARTE DO ENCONTRO     
                                                                         
Muitas vezes nos deparamos com pessoas que parecem sempre de mal com a vida, fechadas em si mesmas, procurando isolar-se, em vez de integrarem-se, ou no seio da família, ou nos mais diversos grupos. Quase sempre são muito críticas,muito exigentes,querendo que tudo seja feito à sua maneira, sendo esta considerada a única forma correta,desprezando as opiniões, gostos e idéias alheias.
São pessoas de difícil comunicação, amargas que vêem o mundo de uma forma pessimista, cinzenta. Não desfrutam de muitos momentos bons, porque não sabem relaxar, descontrair-se,ver as pessoas, as situações e os fatos de uma maneira menos intransigente, mais indulgente, sem julgamentos.Não sabem aceitar as diferenças.Parecem não ter prazer em estar com pessoas.Preferem o isolamento ao encontro.Não me refiro só ao encontro físico de estar em companhia de alguém, mas o encontro verdadeiro, espiritual, de almas, coração, sentimento.
Para que isto ocorra é necessário humildade, aceitação do outro, sintonia de sentimentos, de idéias, despojamento de conceitos pré-formulados, em suma de preconceitos.
Pressupõe abertura, flexibilidade, menos ansiedade, mais paciência para saber escutar, colocar-se no lugar do outro, olhar cada situação com olhos de criança, de aprendiz, de curiosidade, vendo as múltiplas possibilidades, sem ter uma resposta definida, pronta para cada coisa, de acordo unicamente com sua maneira de encarar os fatos.
É preciso saber ver além das aparências, ter respeito pelo outro, reconhecer as diferenças, respeitar as individualidades.
E necessário saber acolher o outro, dirigir-lhe palavras, pensamentos, sentimentos que exaltem o positivo.
Quem recebe apoio, palavras de incentivo, sente-se seguro, amado, é capaz de desenvolver todo seu potencial com mais facilidade. Tem sua auto-estima elevada. Sente-se respeitado e amado pelo que é.Isto gera confiança no outro e em si mesmo..Faz com que as trocas ocorram naturalmente.É ação versus reação.Se recebo carinho confiança, entendimento,aceitação, estímulos positivos, vou responder ao longo da vida de forma idêntica.
Quando existe o verdadeiro encontro, há sintonia, divisão de problemas, pois o problema do outro passa a ser meu também. Há ajuda, espaço para o diálogo, aceitação e liberdade para que mudanças ocorram.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.02.10
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.03.28
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br/Data:2007.o6.27
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.06
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.08.10
Publicado no blogue: http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data: 2007.10.27
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.02.27
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2008.10.15
Sgundo lugar no Concurso Florada de EmoçõesII do site:http://www.celeirodeescritores.org/ na categoria Crônica
Publicado no e-book Pensamentos Dispersos em http://www.celeirodeescritores.org/ na Galeria Literária
Publicado no site:http://www.omelhordaweb.com.br/
Data:2009.08.18
Publicado no site:http://www.olhasoaqui.com/
Data:2009.12.06
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.02.26
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.02.26
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.26
Publicado no site:http://isabelcsvargas.multiply.com/journal/item/1/A_ARTE_DO_ENCONTRO
Data:2010.04.24

COMENTANDO GIKOVATE



Flávio Gikovate é psicanalista com vários livros escritos sobre amor,liberdade,solidão e a busca da felicidade.
Chamou-me a atenção a colocação feita pelo autor de que o ser humano vive uma sensação de plenitude no útero materno.É um estado perfeito,harmonioso,de plena satisfação , de aconchego,rompido com o nascimento.
Quando ainda bebê,esta sensação se repete por ocasião da amamentação,pela proximidade com a mãe,no momento que recebe o leite materno.É uma sensação de paz,confortável que passa a ser associada ao alimento. Já a sensação de desamparo se reflete como sensação de “buraco no estômago”.
Segundo o autor,ao longo da vida,em sua busca amorosa,o indivíduo procura
reproduzir esta sensação de plenitude,de aconchego anteriormente vivida.Quando cresce a sensação de desamparo,cresce o vazio no estômago o que leva o indivíduo a comer para atenuar esta sensação.
Os desequilíbrios amorosos tenderão a ser críticos no que se refere ao processo alimentar.Aumenta o desconforto,aumenta a ingestão de alimentos.
Em seu livro,que trata da obesidade,ele fala que o gordo,geralmente sente-se rejeitado,tem baixa auto-estima.Isto pode levar à depressão,que tende a se agravar nas dietas,com a privação e pelo sentimento de derrota,quando não obtém sucesso na empreitada de emagrecer. A privação aumenta o apetite.
De forma detalhada e interessante ele aborda em seu livro os elementos psíquicos que fazem parte do processo que conduz o indivíduo à obesidade e os fatores que a perpetuam.
As causas psíquicas uma vez detectadas devem ser trabalhadas em âmbito profissional,nos consultórios de psicoterapia,com o auxílio também da família,de amigos desde que estes estejam dispostos a compreender ,auxiliar,sem julgar.
Associadas às causas psíquicas,também as genéticas,comportamentais,como hábitos alimentares,sedentarismo levam à obesidade, de modo que uma causa pode acabar reforçando outras.
É preciso romper com o círculo vicioso,para sair deste processo,quebrar velhos condicionamentos,buscar novos caminhos,mudar.
Para mudar é preciso coragem,para suplantar medos,insegurança,incerteza.
A experiência quando bem sucedida,produz sentimentos bons,contentamento,auto-estima.
Quando nos dispomos a mudar,isto significa alterar padrões até então vividos e que levaram a este processo.Significa mudar internamente,mudar comportamentos,hábitos,buscar novas aprendizagens,não para sermos o que éramos antes,porque o tempo passa e não podemos recuperar o que passou,o que perdemos,o que deixamos passar ou que não soubemos como passar.Temos que mudar para sermos melhores para o futuro,para enfrentá-lo com mais segurança,confiança e mais sabedoria.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.02.06
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br
Data:2007.08.07

  AMIGOS                                                            

È sabido e sentido por todos nós que é na família que encontramos o respaldo, o apoio e o equilíbrio para nossa vida.Dificilmente conseguimos nos manter mentalmente sadios e equilibrados, se a família está mal, se não há espaço para o diálogo, para o crescimento, para o perdão, para o apoio, para o amor e amizade.
Fora da família, são os amigos que nos dão suporte, que nos amparam, que nos querem bem por aquilo que somos, que os dão atenção, que é uma necessidade fundamental do ser humano.São eles que elogiam nossos acertos,ressaltam nossas qualidades,que tem para conosco atitudes benévolas.Isto tudo eleva nossa autoestima,nos dá confiança.
São eles, que apesar de ver nossos defeitos,não os tornam maiores,apontando-os a todo o momento,mas apontam onde podemos melhorar.Os defeitos e as verdades não são jogados como facas que apunhalam,mas como setas a nos indicar novos caminhos a serem percorridos.
É com eles que podemos desabafar nos momentos de angústia,assim como são eles que nos acompanham nas alegrias.
Podemos ficar sem nos falarmos,sem nos vermos,mas sabemos que eles estão lá,prontos a nos ouvir,a nos socorrer ao primeiro chamado.
Ás vezes, eles são de longa data,dos tempos de juventude,companheiros de profissão, como podem ser recentes,porém não menos valiosos.
Na amizade não há sentimento de posse,de controle,de dominação,nem cobranças.Existe afinidade,partilha, alegria,companheirismo.Não existe superioridade,mas igualdade,aceitação, apoio,crença nas potencialidades,cuidado com os sentimentos do outro.
Na família,às vezes,estes sentimentos e comportamentos se tornam meio em desuso quer pela convivência diária,pelos aborrecimentos cotidianos,por sentimentos de posse ou por termos introjetado conceitos de poder, disciplina,hierarquia, subserviência,esquecendo o diálogo, o saber escutar,o colocar-se no lugar do outro a generosidade,a compreensão de que cada pessoa é única, com vontades,desejos e sonhos próprios e não extensão do outro, embora estejam juntos,lado a lado,com objetivos comuns.
Cada pessoa tem que se sentir completa,não utilizar-se do outro para se completar.O outro não tem que estar a serviço de nossas vontades.
Na amizade não nos apropriamos do outro em nome do sentimentos que nutrimos por eles.
Existem afinidades intelectuais,semelhanças,sensação de entendimento e convívio gratificante.Cada um com vida própria e respeitado por si mesmo.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.02.05
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.04
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.07.10
Publicado no site:www.usinadaspalavras.comData:2007.08.10
Publicado no site: http:icsvargas.bloguepessoal.com
Data> 2007.10.27
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.07.18
Publicado no site:http://www.wmulher.com.br/
Data:2008.07.21
Publicado no site:http://gavetadoautor.sites.uol.com.br/
Data:2008.07.29
Publicado no site:http://www.jornal3milenio.com.br/
Data:2008.08.02
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.12.06
Publicado : Eldorado: coletânea de poemas, crônicas e contos/Celeiro de Escritores, Santos/SP:Ed.Sucesso,2009 Vol.XIII
Publicado no site:http://www.melhordaweb.com.br/
Data:209.07.14
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2009.07.14
crédito de imagem:http://lillindab.zip.net/
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2009.11.30
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2009.11.30
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2009.11.30
Publicado no site::http://www.olhasoaqui.com/
Data:2009.12.06
Publicado no site:http://silviamota.ning.com/profiles/blogs/amigos-3
Data:2012.04.28

O MELHOR PRESENTE                                      


Presentear é muito bom. É um ato que fazemos para agradar a outra pessoa.É uma demonstração de carinho,de afetividade.Muitas vezes o simples fato de podermos proporcionar um momento de gratificação para alguém que queremos bem, que amamos já é o suficiente para também nos deixar felizes.
Não importa o valor monetário do que é ofertado, mas o quanto de nós vai naquilo que damos,o cuidado que tivemos para escolher algo adequado,que seja desejado ou útil e que além de tudo isso esteja dentro de nossas possibilidades.
Há os que gostam de presentes embalados com muito cuidado, muito esmero,outros valorizam a surpresa do momento.Há também,quem só leve em conta o sentimento que está subentendido por trás de todo este aparato.
Mas, me pergunto, porque não podemos ser o presente ?
As pessoas são o melhor presente, quando elas se doam,se dispõem a ser o ombro amigo,a pessoa certa ,no lugar e no momento certo,quando muitas vezes só precisa estar disposta a ouvir um desabafo,a dar um pouco de seu tempo para quem está só.
Saber ouvir é importante. É preciso encontrar tempo para ouvir .Isso nos leva a compreender melhor as pessoas e entender suas emoções.Isto melhora a auto-estima.A incapacidade de ouvir,ao contrário,impede uma comunicação mais profunda,causa bloqueios.
Ser amável e gentil, fazer um elogio sincero mostrando ao outro suas qualidades,pode ser o reforço positivo que alguém esteja precisando receber. Assim co mo uma palavra rude pode ser a gota que faltava para criar uma situação de conflito,uma palavra gentil, que mostre que o outro é importante ,pode ser suficiente para desarmar uma pessoa e apaziguar uma situação.
Temos nos preocupado muito com as coisas materiais, com o apego de possuir mais e o que existe de melhor ou mais moderno e acabamos passando a mensagem de que isso é o mais importante.
Temos que nos cercar é de pessoas e não de coisas.Elas é que nos enriquecem.Desfrutar de lugares e momentos que possam nos transmitir sentimentos e lembranças agradáveis, que possam nos preencher de coisas boas,pois elas serão as reservas que nos darão forças nos momentos difíceis.
Temos que viver, isto implica em ter atividades que possam beneficiar nosso físico e alimentar nosso espírito.Temos que nos sentir satisfeito conosco.Se nos sentirmos completos,teremos o que repartir.Quanto mais repartirmos coisas boas, sentimentos bons,mais eles se multiplicam.
Quanto mais nos doamos ,mais enriquecemos.Este é sem dúvida o melhor caminho, gerador de paz e de harmonia.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.02.02
Publicado no Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.02.20
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br/
Data:2007.06.25
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br
Data:2007.07.03
Publicado no site: http://usinadaspalabras.com/
Data:2007.08.12
Publicado no jornal on line: http://www.jornal3milenio.com.br/
Data:2007.10.15
Publicado no blogue: http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data: 2007.10.27
Publicado no site:http://gavetadoautor.sites.uol.com.br/
Data:2007.12.04
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2008.10.09
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2008.10.09
Publicado no site:http://www.escrita.com.br/
Data:2008.10.21
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.12.06
Publicado:Eldorado, coletânea de Poemas, crônicas e contos/Celeiro de Escritores, Santos/SP:Editora Comunicar,2008 Vol.XI
Publicado no e-book Pensamentos Dispersos em http://www.celeirodeescritores.org/ na Galeria Literária
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2009.11.25