domingo, julho 11, 2010





Sopro









Chove lá fora

Aqui dentro também...

Uma pequena chama

Arde incessantemente

Para afastar a escuridão

Quebrar o gelo da morte

E lembrar que somos todos

Como esta chama

Que a qualquer momento

Pode apagar

E como obra

De um sopro Divino

Sempre voltamos ao Criador.




Publicado no site:
http://www.osconfradesdapoesia.com/Biografia/IsabelVargas.htm
Data:2011.01.31
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2011.03.14 página 15
Publicado no :http://www.portadopoetabrasileiro.blogspot.com/
Data:2011.03.14
Dia da Poesia

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home