domingo, julho 11, 2010



SEM SENTIDO



Mais um domingo de sol

Com canto de pássaros,

Latido dos cães,

Vento a soprar

Pessoas a passearam na praia

Chimarrão

Abraço de namorada,

Merengues, crepes,

Música, cinema, futebol

Tudo correndo igual.

Mais um domingo

Sem teu oi sonolento

Teu sorriso tímido

Tua leitura do jornal,

Teu pai sem tua companhia

Para o churrasco habitual

O pãozinho saboroso

Que gostavas de preparar,

Domingo de sol,

Sem reunião familiar

Filhos, genros,nora

Muitos planos, risadas

Sem teu grito de gol,

Tua soneca

Tua hora extra de trabalho,

Provas a corrigir,

Aulas a preparar

Agenda semanal a elaborar

Nos intervalos um negrinho

Saboreado na panela

Uma pipoca comunitária

Doce ou salgada,

Ou para satisfazer o eterno menino

Um grande pedaço de bolo de chocolate

Preparado a quatro mãos

Para saborear acompanhado de teu amor.

Tantas coisas vividas

Coisas simples do cotidiano

Um aperto na Nina

Um beijo no Amorzinho

Que buscavas para o almoço.

Teu cuidado com teu cão,

Teu jogo de futebol

A leitura de um livro

Um abraço apertado

Um afago ao deitar

Um bolinho roubado antes de almoçar,

Um pastelzinho para enganar a fome

Uma bolachinha para lanchar

Um pirulito para a vida ficar sempre doce

Tal como a doçura de teu olhar.

Por tudo isso filho querido

Por essa vivência diária

Simples e reconfortante

A cada chegada tua

Não consigo me conformar

E só faço chorar

Pois contigo meu menino

Se foi minha alegria de viver.





0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home