terça-feira, junho 15, 2010

        Sexta-Feira da Paixão             











Ano: 1987. Mês: Abril.. Planos: Ir à Procissão na Sexta-Feira Santa rezar, agradecer pela vida e saúde das meninas e pedir proteção para ter um bom parto que se aproximava.

Ao amanhecer, trabalho de parto iniciado, lá fui eu para o hospital.

Antes das 9 horas daquela Sexta-feira da Paixão, já estava com meu menino nos braços. Parto rápido, feliz,muito feliz, como foram os 23 anos que se seguiram.

Amado por toda a família, amigos, colegas, alunos, todos que com ele conviviam.Uma freira amiga até arriscava chamá-lo de Menino Jesus por sua candura, paciência, trato com as pessoas e fala mansa.
Os anos passaram e ele conquistando o coração das pessoas, a admiração,os sonhos sonhados desde criança e partilhados com aqueles que amava.

Ano: 2010. Nas primeiras horas de uma sexta-feira de maio, fiquei sabendo que Jesus que tinha me emprestado um anjo de doces olhos azuis por inesquecíveis 23 anos o tomou de volta tragicamente.

Meu calvário teve início.

Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2010.07.02

Antologia on line: http://www.camarabrasileira.com/imv10-013.htm
Publicado no livro: Imitação da Vida contos selecionados Edição 2010, Br Letras/CBJE, Agosto de 2010, Rio de Janeiro , Brasil ISBN-978-85-7810-750-5

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home