terça-feira, fevereiro 13, 2007

SOB A LUZ DA LUA


Choveu boa parte do dia. Aproveitamos para ir aos shoppings existentes, mais para distrair, passar o tempo, ver as novidades. Há quem não resista e compre compulsivamente. Felizmente não é o caso de nenhum de nós. Quando o tempo melhorou, no final da tarde, não hesitei e fui caminhar pela beira da praia. É ótimo.
Olhando o mar e ouvindo o seu som, fiquei a pensar o que teria motivado os navegadores, nas épocas passadas? O que os fez enfrentarem desafios tão grandes, além das razões que a história já nos ensinou e singrarem mares tão bravios? Um grande sonho? A cobiça? O espírito aventureiro? O desejo de imortalidade?
Qualquer que seja o motivo que os moveu, ou quem sabe um pouco de todos eles, o certo é que os sonhos só se materializam com muito suor, trabalho, perseverança, determinação, pois sem isso são só desejos, ou melhor, ficam só na imaginação. Isto deve servir de referência pra nós todos. Interligando o passado com o presente vislumbramos melhor o que poderá ser nosso futuro. Certamente será resultado das nossas ações, por isso não podemos jogar sobre ombros alheios culpas de nossos fracassos, assim como temos que ter humildade para reconhecer que nossas vitórias terão por trás muito esforço daqueles que nos dão suporte. Não vencemos sozinhos.
O mar provoca um fascínio muito grande nas pessoas, talvez por ser indecifrável, por apresentar inúmeras surpresas. Ainda hoje, muitos sonhadores, iniciam empreitadas fantásticas em busca de emoções, de respostas, estabelecem metas que parecem inatingíveis e conseguem alcança-las, claro que hoje, auxiliados por muitos meios que a tecnologia lhes oferece e que nem saberíamos enumera-los em sua maioria.
Há aquele para quem o mar já encanta à simples contemplação. Outros necessitam desafia-lo e desafiar seus limites praticando esportes radicais. Muitos tiram dele seu sustento. Alguns o descrevem primorosamente nos livros, no romance ou na poesia, servindo de inspiração para belas e inesquecíveis obras.
Meus pensamentos voam nas asas dos pássaros, enquanto observo os pescadores de fim de tarde, a senhora que está em atitude de louvor, como se orasse agradecendo pela beleza que seus olhos vislumbram.
Viajo para dentro de mim mesma, pensando aonde meus passos me conduzirão. Assim como as ondas não param, também quero estar sempre em movimento, quero muita energia positiva, evolução, aprendizado, aperfeiçoamento, paz interior, sabedoria. Quero desfrutar de cada momento, inclusive este, em que respiro o ar da noite, enquanto escrevo, ouço os grilos na grama, as conversas debaixo de minha janela, os risos infantis e ao levantar os olhos pela janela aberta de meu quarto, me deparo com ela, a lua, a me acompanhar lá do alto, serena, linda a reinar no céu ao mesmo tempo em que generosa espalha seus raios prateados para dar um toque mágico nas noites de verão.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2007.02.13
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data: 2007.06.26
publicado no site:http://www.usinadaspalavras.com
Data:2007.11.14
Publicado no site:http://icsvargas.bloguepessoal.com
Data:2008.02.15
Publicado no site:www.recantodasletras.com.br
Data:2012.01.28
Publicado no:
http://www.caestamosnos.org/Antologias/antologiaVIII-Maria_Beatriz_Silva-Jun4.htm

Publicado no:
http://www.osconfradesdapoesia.com/Confrades49.pdf

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home