domingo, fevereiro 11, 2007

BONS FRUTOS

Primeiro dia na praia. Viagem agradável. Pude constatar que é possível viajar sem estresse, com atitudes solidárias de motoristas que se preocupam em sinalizar para dar passagem de maneira cordial. Este é um dos motivos que me faz ir para o litoral do nosso estado por três anos consecutivos. Durante anos, a viagem para o litoral catarinense era algo que me deixava muito angustiada, de modo que ao chegar percebia um nível de tensão muito grande e uma forte dor de cabeça, devido ao trânsito caótico que tinha que enfrentar. Mas, voltemos à praia.
Mar limpo e calmo. Sossego. Como sempre faço, levo um livro na sacola de praia. Entre idas e vindas ao mar, aproveito para conversar, ler, observar.
Observo a segurança de minha neta. Isto se deve ao fato de estar em local conhecido, onde até a reconhecem de outras estadias no local. Na praia sabe que tem que ficar próximo. A cada passo adiante, vira-se para ver se aprovamos. Diverte-se.
Em meio às coisas corriqueiras, vejo que as sementes frutificam. Ao se dirigir, sozinha, aos chuveiros automáticos, espera sua vez na fila. Aguarda certo tempo e volta indignada. Revela seu aborrecimento dizendo que as pessoas não são educadas por não esperarem sua vez na fila para poderem limpar os pés sujos de areia. Cortam a fila sem se importar com quem está à espera.
As lições vão sendo internalizadas e se manifestam nas atitudes no cotidiano.
Respeito! É isto que ela está cobrando. É, apenas, uma criança. Quem respeita, também quer ser respeitado. Sabe se posicionar, tem auto-estima. A criança que é respeitada sente-se valorizada.
Vejo como se expressa com clareza,como sabe o que quer e como argumenta sobre o que pensa e batalha pelas coisas que pensa serem justas, ou corretas.
Mais uma vez verifico que observando a natureza, podemos tirar muitas lições, é só estarmos posicionados como eternos aprendizes diante da vida que se descortina sob nossos olhos atentos.
Quando saímos da praia, o sol já estava se recolhendo, num espetáculo lindo e a lua crescente, surgindo bem faceira, para mais tarde servir de inspiração para os eternos românticos, ou eternos apaixonados. Ambos, magníficos, respeitosos partilhando espaço, indicando como podemos conviver harmoniosamente, respeitosamente, bastando para isto reconhecermos não só o nosso lugar, mas também o lugar do outro, mostrando o valor da fraternidade, ao confraternizarem no radioso espetáculo da natureza.
Para vivermos melhor, muitas vezes só temos que copiar o que a natureza ensina.
Todos são importantes, todos tem uma missão, basta descobrir a sua, e por mais simples que seja tem seu valor e a ela temos que nos dedicar dando o melhor de nós.

Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2007.02.07
Publicado no site:http://www.usinadaspalavras.com
Data:2007.11.14
Publicado no site:http://icsvargas.bloguepessoal.com
Data:2008.02.15
Publicado no site:www.recantodasletras.com.br
Data: 2012.02.02

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home