sexta-feira, fevereiro 16, 2007

 CONSIDERAÇÕES                                              


O apartamento que estou fica distante do local do Planeta Atlântida, cerca de 5 km. Pois escuto cada um dos shows que estão ocorrendo lá, como se a distância fosse bem menor. Alguém pode achar que é loucura descansar num lugar em que ocorre um evento deste porte, mas com exceção destes dois dias, é muito tranqüilo e na praia não se nota a diferença, pois o público jovem descansa durante o dia para se recuperar.
Esta foi a maneira que encontrei para descansar e ao mesmo tempo proporcionar estrutura para os filhos que gostam do evento poder se divertir, assistindo aos shows.
O público é imenso e considerando isto, os tumultos que ocorrem são em quantidade inexpressiva.
O que julgo preocupante é o consumo desenfreado de bebidas, para não falar em algo mais sério, o que gera um comportamento de risco não só para quem ingere como para os demais, que ficam à mercê de motoristas alcoolizados. É bem verdade que existe um bom policiamento para fazer a segurança no entorno do evento. Dentro, a segurança é intensa.
Sempre louvável e digna de aplauso e apoio, a presença do pessoal do projeto VIDA URGENTE, distribuindo folder e adesivos. Formam uma organização maravilhosa que envida esforços para evitar que mais famílias passem pela dor de perdas irremediáveis no trânsito. São pessoas que sublimaram a própria dor, uniram-se e pela sua intensa mobilização há anos vem agregando mais pessoas, jovens inclusive, sensibilizados e esclarecidos que além de terem comportamento responsável, levam outros a se integrarem na ação, através de seu belo exemplo.
Assim como nas festas em Pelotas, o número de jovens que não entram no local da festa e ficam em grupos ouvindo sons ensurdecedores nos carros, bebendo e dançando é muito grande. Lamentável é o tipo de música, que frequentemente são ouvidas, com forte apelo erótico. Mas isto não é peculiaridade do Planeta, pois é generalizado nos locais de diversão.
Quando temos filhos recém entrados na adolescência passamos por uma fase de muitas preocupações, pois eles estão ensaiando os primeiros passos rumo à autonomia, testando ensinamentos recebidos e seus próprios limites. Agora que todos estão crescidos, maduros, responsáveis a situação é outra e nossa preocupação não é pelas suas ações, pela sua conduta, mas pelo que eles estão sujeitos em função da violência, da insegurança e das ações desregradas de outros, só que isto acompanha os pais pela vida afora em todo lugar. Então o ideal é não ficar alimentando pensamentos negativos nem nos preocupando com as coisas que estão muitas vezes só em nosso pensamento e que em geral não ocorrem, felizmente. Por este motivo hoje consigo dormir enquanto eles se divertem.
Assim encontramos uma forma de todos estarmos juntos, pelo menos no final de semana e cada um fazendo o que lhe dá prazer, ou seja, aproveitando os banhos de mar, o sol, as caminhadas, a leitura, a pescaria, a música ou simplesmente descansando do trabalho da semana, quando não conseguem férias nesta época do ano.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2007.02.16

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home