sexta-feira, fevereiro 19, 2010

ONDAS                  


                                                                                                  




Mar límpido, cristalino

Cada onda que bate em meu peito

Leva dissabores, retém alegrias

Descarrega tensões

Armazena prazeres.

Ensina a cada movimento

Lições de sabedoria.

Como as ondas

Ora somos pequenos

Outra vez somos gigantes.

Diverte crianças

Agrada aos adultos

Recupera a energia de idosos

A todos leva felicidade.

No mar somos todos iguais

Para se sentir feliz

Não requer luxo

Só despojamento.

Não importa a cor,

O credo nem opções políticas,

Não precisa diploma

Ou conta bancária

Para ser feliz

Basta saber ser humilde

Se entregar ao movimento das ondas

Os seus ditames respeitar

E em seu movimento se deliciar.

Desfrutando a doce sensação de liberdade.


Publicado no site:http://www.dominiocultural.com.br/
Data:2010.02.19
 Publicado no site: http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.19
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2010.02.19
Antologia on line CBJE-http://www.camarabrasileira.com/apol63-044.htm
Publicado no site:http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data:2010.03.17
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2010.05.28
Publicado no site: Portal do Poeta Brasileiro
http://portadopoetabrasileiro.blogspot.com/2011/01/ondas.html
Data:2011.01.21
Publicado no site:http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3552510
Data:2012.03.13

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home