quinta-feira, fevereiro 18, 2010

CHAMAMENTO                                                                                                     

 
Desde 2006 que fui levada por uma amiga para participar de um grupo que se denomina Grupo de Estudos sobre a Terceira Idade. A criação do grupo, entretanto, é bem anterior a esta data. A sua proposta sofreu alterações ao longo dos anos, para vencer dificuldade operacionais, que surgiram em função da clientela, espaço físico e disponibilidade de horários.


O grupo é uma entre as oficinas proporcionadas pelo CETRES, Centro de Extensão em atenção à terceira Idade, como o nome já define, Projeto de Extensão da Universidade Católica de Pelotas.

Este grupo é destinado a pessoas com idade a partir de 50 anos, sem limite de idade final e visa proporcionar a aquisição de conhecimentos aos participantes de modo a levar cada um à compreensão dos diferentes aspectos atinentes à Terceira Idade, como proporcionar uma velhice saudável, produtiva, prazerosa, e entender as limitações características desta época, derrubar mitos, criar novos paradigmas.

Para participar não há necessidade de ter escolaridade específica, entretanto a pessoa tem que estar disposta a aprender, a estudar, ouvir, propor temas, trocar idéias, experiências, mudar comportamento.

È um aprendizado que leva a compreender as perdas e danos advindos da idade, proporcionando reflexão, autoconhecimento, melhoria nas relações interpessoais, na comunicação, na convivência familiar.

Neste grupo estudam-se temas relacionados à saúde física, mental, enfermidades, superação ou aceitação das mesmas, relações afetivas, educação, trabalho, medos, participação em grupos, tolerância, troca entre gerações oportunizando crescimento pessoal.

É aberto à comunidade, para ambos os sexos, funciona no primeiro andar do Instituto de Menores, quinzenalmente, às quartas feiras, das 14 às 17 horas.

A coordenação do grupo é da Psicóloga Sulanita T.C. Arruda, coordenadora do CETRES.

Muitos assuntos deixam de ser considerados tabus, deixam de gerar ansiedade, estresse, comprometimento da qualidade de vida quando as pessoas se dispõem a conhecê-los.

À medida que um assunto se torna conhecido, dúvidas esclarecidas, é possível desenvolver a aceitação do que é inevitável. Há aprendizado de como conviver com as limitações características da idade. Desenvolvem-se também atitudes preventivas.

O nosso desejo é que o grupo cresça atinja mais pessoas, multiplique conhecimentos, promova interação e aprendizado.

Contatos e informações pelo telefone 53- 32289273 em horário de expediente, pela manhã e à tarde. As atividades recomeçam em março.

Quem desejar saber um pouco do que é estudado acesse o blog http:/./www.cadernosdocetres.blogspot.com onde se encontram assuntos como memória, doenças do coração, estresse, drogas, relações afetivas, medos, felicidade, depressão, solidão, entre outros, de maneira simples e de fácil entendimento.

Publicado no blog:http://www.cadernosdocetres.blogspot.com/
Data:2010.02.18
http://www.ucpel.tche.br/portal/index.php?secao=noticias&id=2381
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2010.02.27

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home