sexta-feira, setembro 21, 2007

EXERCÍCIO FÍSICO                                  
                     
As pessoas que estão acostumadas com um tipo de vida sedentária relutam muito quando são orientadas para mudar seu modo de viver. Os motivos apresentados são os mais variados, vão desde o simples não gostar, a não ter tempo, ter dificuldades de locomoção por dores, cansaço, falta de companhia, etc.
A caminhada é a forma mais econômica de prática regular de atividade. Acho mais interessante do que o exercício em esteira, praticado em casa, que creio ser mais adequado para o inverno, quando o tempo nem sempre permite atividade externa.
Os benefícios da caminhada são vários, pois auxilia na perda de peso, melhora a respiração, a postura, o condicionamento físico em geral, aumenta a massa muscular, melhora a auto-estima, diminui o stress e uma coisa muito importante: favorece o ordenamento das idéias. Por isso, digo que é bom caminhar sozinha, no ritmo próprio, e não no ritmo de outra pessoa. É uma oportunidade única para pensar no que sentimos, no que queremos, no que deve ou não ser feito. É uma hora de reflexão. Por isso muitas pessoas relutam em caminhar, porque não querem pensar, não estão preparadas para enfrentar certas coisas.
Frequentemente, durante estes momentos, chego às conclusões que parecem óbvias, mas que antes não percebia.
Hoje esta atividade diária é uma fonte de prazer. Serve para me mostrar meus limites. Se não posso, por qualquer motivo, realizá-la sinto muita falta. Tornou-se um hábito, que agreguei a tantos outros. O prazer de poder realizar é maior que qualquer cansaço ou dor física, que possa sentir.
As afirmações obtidas no livro de A. Sharp me pareceram por demais interessantes a ponto de resolver partilha-las.
A autora discorre sobre os efeitos da endorfina no corpo, sendo a responsável pela sensação de paz, de segurança, euforia e tranqüilidade
É a química responsável pela expansão da consciência. É um momento único de introspecção profunda, que dá a possibilidade de mergulhar no tempo, rever acontecimentos, fazendo com que o indivíduo tenha novas percepções e com isto possa repaginar a memória, neutralizando acontecimentos outrora destrutivos, substituindo-os por outros com peso positivo.
É uma forma de sempre extrair uma lição positiva de acontecimentos negativos.
É um momento de cuidar de si mesmo, de voltar-se para o interior.
Outro benefício advindo da liberação de endorfina é que ela atua como um fixador da memória. Segundo a autora se rememorarmos os acontecimentos de nossa vida, salientam-se aqueles que estivemos banhados de endorfina – os muito felizes- ou adrenalina - os muito infelizes.
Ela é liberada no organismo após vinte e cinco minutos de qualquer tipo de esforço físico, daí a atividade física ser tão recomendada para combater o estresse. Uma das vantagens da caminhada sobre outras atividades é a flexibilidade de horário, de acordo com o ritmo e o gosto pessoa, além da possibilidade de troca constante de percurso o que afasta a rotina.
A caminhada diária por, pelo menos, uma hora é uma grande ferramenta para a pessoa, através da repetição interna, neutralizar padrões de comportamento destrutivo.
O tempo despendido a si mesmo, a atenção, o esforço e a disciplina auxiliam o indivíduo na aquisição de novos padrões de comportamento, que colaborarão para proporcionar mais tranqüilidade, mais felicidade e paz, assumindo responsabilidade sobre sua vida, sobre sua saúde física e emocional que é decorrente das escolhas feitas no presente, visando eliminar focos prejudiciais do passado, não se apegando a eles e construindo um presente mais saudável, cujos frutos se traduzirão num futuro mais pleno , mais feliz.
Publicada no site: http://www.brasilescola.com/
Data:2007.09.21
Publicado no portal: http://www.olhasoaqui.com/
Data:2007.09.26
Publicado no : http://www.jornaldedebates.ig.com.br/
Data: 2007.09.29
Publicado no site:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home