terça-feira, novembro 28, 2006

PAZ INTERIOR                                                       


Participando de um grupo de estudos, o assunto a ser tratado na ocasião foi a felicidade.
Em uma das etapas, cada participante foi solicitado a dizer o seu entendimento a respeito do que é felicidade.
Chamou-me a atenção que as conclusões dos grupos pareceram convergir para uma resposta comum, que foi o estar bem consigo mesmo. Sintetizando: a paz interior, a harmonia consigo mesmo foi uma resposta muito ouvida.
A presença numerosa no grupo já é um indício de que as pessoas estão percebendo como é importante cada um buscar um caminho próprio, que lhe dê satisfação, conhecimento, crescimento e sabedoria.
É fundamental cada um estar bem, sentir-se pleno, satisfeito em seu interior e no contexto.
Quando olhamos para dentro, descobrimos quem realmente somos, o que queremos, o que desejamos. Buscamos satisfazer nossas necessidades.Bons resultados elevam a auto-estima, dão segurança,confiança,o que facilita a comunicação,os relacionamentos,predispõe à tolerância.
Para conseguirmos chegar a um determinado estágio de paz interior,é necessário passar por várias etapas.É preciso parar ,tomar consciência que cada um é um ser único,cheio de contradições e também de sabedoria.
É preciso investir em si mesmo, em conhecer-se , buscando sempre melhorar, o que não significa não errar, pois não temos a obrigação de sermos infalíveis,mas temos a obrigação de aprender com os erros, nossos e os alheios.
Temos que ter sabedoria para saber o que podemos mudar e aceitar o que não pode ser mudado.
Não podemos ser controladores.Deixemos cada um ser responsável por si mesmo.Isto amadurece.Enquanto cuidamos de nós, os outros também aprendem a cuidar melhor de si mesmo.
É importante ter pensamento, sentimento e atitudes positivas, conosco mesmo , com os outros, com a vida; aprendermos a valorizar coisas simples, que habitualmente podem nos passar despercebidas e que muitos só passam a valorizar após a perda.
Saber olhar a vida com olhar mais criterioso e menos crítico, não ser econômico nos afetos, nos elogios, no incentivo, ser mais sensível, mais intuitivo, menos técnico ou pragmático,
É fundamental saber desenvolver a alegria,a espiritualidade,a compreensão,aprimorar o corpo e a alma.
Temos que valorizar mais o que temos,o que conseguimos,não lamentar pelo que perdemos ou não conseguimos.Ao invés de reclamar , temos que agradecer.
Enfim, só chegamos à paz interior,se trabalharmos nesse sentido,se nos aprimorarmos nessa busca.
Isto não nos é dado por outras pessoas,pois não é nelas que está,mas em nós mesmos.É um tesouro a ser encontrado no interior de cada um e que uma vez encontrado, não queremos perder,pois a sua riqueza se expande,se multiplica atingindo os que estão ao nosso redor,auxiliando-os em sua busca pessoal.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2006.11.28
Publicado no site: http://rabiscos.terra.com.br/
Data: 2007.07.01
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.13
Publicado no site: http://www.usinadaspalavras.com/
Data:2007.09.09
Publicado no site:http://icsvargas.bloguepessoal.com
Data:2008.06.10
Publicado no site:http://www.omelhordaweb.com.br/
Data:2008.12.29
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br/
Data:2009.02.08
Publicado no site:http://www.gostodeler.com.br/
Data:2009.06.19
Publicado no e-book Pensamentos Dispersos em http://www.celeirodeescritores.org/ na Galeria Literária
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2009.08.20
Publicado no site:http://www.dominiocultural.com/
Data:2010.02.03
Publicado no site:http://www.paralerepensar.com.br/
Data:2010.02.03

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home