sexta-feira, agosto 30, 2013

AMOR DE OUTONO







O sol bate em meu rosto.
Embalo-me na rede.
Escuto minhas músicas preferidas, 
Desejando o embalo cadenciado de teu corpo.
Teu silêncio me transmite verdades
há muito adormecidas.
Tenho a exata dimensão
De que meu sentido é dado por ti.
Vivo o agora.
Pensando no passado
Que te trouxe até mim,
O presente é cheio de dúvidas,
repleto de expectativas.
Como certeza só o vazio
da tua ausência.
A presença forte e vibrante
porém reprimida,

Do amor que existiu
que se revelou em cada sopro de vida
em cada gesto
cada pensamento
cada amanhecer

E, que permanece em mim, indefinidamente.

Como um rio caudaloso
corre em minhas veias
sendo ao mesmo tempo
meu alimento
minha força
minha vida
e meu desespero,

porque jamais te terei de novo junto a mim.





Isabel C S Vargas -Pelotas-RS-Brasil

imagem: internet.

VEJA 

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home