sexta-feira, agosto 23, 2013

BOLETIM 56 -OS CONFRADES DA POESIA AMORA-PORTUGAL

Mulher
Substantivo feminino singular 
Menina, adolescente, jovem, senhorita 
Mulher,esposa, consorte 
Cônjuge, dama, senhora 
São tantas as definições, 
Que exprimem situações 
Condições ou aspirações 
Até mesmo decepções 
Mas será que exprimem 
A essência da mulher? 
Em geral nascemos para amar 
Cuidar, proteger, amamentar. 
Somos fortes, aguerridas e bravas 
Na defesa de nossos rebentos 
Somos companheiras, cúmplices 
Donas de casa, profissionais, 
Por opção ou imposição 
Libertas no pensamento 
Nem sempre nas condições humanas 
Por isso ainda existem Amélias 
Pela dedicação integral 
Outras tantas Marias 
Da Penha pelos maus tratos 
De Nazaré pelos filhos tirados 
De Fátima pelos milagres realizados 
E outras tantas pelo mundo encontradas. 
Conquistamos espaços, 
Outrora negados ou 
Sequer imaginados 
Alcançamos respeito 
E Amor próprio e 
Por amor –até impróprio- 
Percorremos longa estrada 
Todos os dias do ano 
Ao longo da vida inteira. 
Por isso ganhamos - não de graça- 
Mas à custa de muita raça 
Um dia todo nosso 
Para muito pensarmos 
E a nós todas dedicarmos. 
Isabel C S Vargas - Rio Grande do Sul /Br






0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home