sexta-feira, agosto 23, 2013

OS CONFRADES DA POESIA -BOLETIM 57 AMORA-PORTUGAL

Saudade 


(Para Francisco) 


Saudade do olhar 
Que encantou o meu 
Revelando imenso mar 
De desejos e incertezas 
Sobre o futuro, na época, incerto. 
Saudade dos sonhos 
Que com amor tornamos realidade 
Para viver em harmonia 
Comunhão total. 
Saudade do tempo 
Dos filhos pequenos 
Da longa estrada a percorrer. 
Sem medo dos imprevistos. 
Saudade de tua mão na minha 
A me apontar caminhos 
Que juntos percorremos. 
Saudade de tua companhia 
Do nosso amor... 
Saudade de ti 
Que trilhas novos caminhos 
Em outra dimensão. 
Isabel C S Vargas 
Rio Grande do Sul /Br




0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home