sábado, fevereiro 11, 2012

ESTAR SÓ...



Meus olhos buscam o horizonte
Em uma tentativa de te encontrar,
Meus sentidos se aguçam
Para sentir teu cheiro,
Relembrar teu sorriso,
E apalpar, mesmo em pensamento,
Tua pele macia.



Desventura maior não há
Do que sozinha estar,
Pela ausência massacrante,
Contundente de tua presença,
Que jamais poderá retornar
Ao teu ponto de partida,
Pelo inexorável  desfecho do destino.

Publicado no site:http://www.recantodasletras.com.br/poesias/3504007
Data:2012.02.17

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home