terça-feira, janeiro 01, 2008

PRECE      

                                                 


Achei um texto que aconselhava como as pessoas em luto poderiam passar melhor os festejos de Natal e de final de ano. A princípio, quase o descartei, mas o li sem saber que me auxiliaria tão brevemente.
Um dos conselhos era dar novo significado às festas e não descarta-las de todo.
Ouvir o seu interior, os sentimentos, ter paciência, permitir-se sofrer, chorar, recordar os momentos bons com a pessoa que se foi e celebrar a alegria que ela lhe proporcionou.
Por isto, quando o ano de 2007 estiver se esgotando, quando começarem a estourar os foguetes recebendo com alegria, expectativa e renovada esperança o ano de 2008, mesmo que as lágrimas caiam, como neste momento, estarei lembrando com amor, gratidão e paz interior, minha mãe, que o Menino Jesus buscou para junto de Si, para com Ele comemorar Seu aniversário.
Sei que em algum lugar, uma luz muito brilhante estará a iluminar os caminhos de minha família, protegendo meus filhos e brilhando com mais intensidade a cada passo dado por eles, em cada vitória obtida ou apontando caminhos melhores para serem seguidos nos momentos de dificuldade que porventura venham a se defrontar. Jamais esquecerei sua luta, seu denodo para que vencêssemos na vida,para sermos pessoas dignas e bem sucedidas nem seu desejo para que agíssemos tal qual sua família de origem, com dedicação e amor entre si, promovendo a união familiar , maior herança recebida por ela, de seus pais e irmãos a quem nunca cansou de citar até seus últimos dias.
Relembrarei seu espírito pacífico, seu bom humor e facilidade de comunicação, seu amor pela leitura, pelos livros, pela música, pela alegria, pela vida.
Sei que ficaremos bem e que apesar da saudade e da dor, não deixaremos de sorrir a cada lembrança sua,de ter fé na vida , no amor e em Deus.
Tenho a certeza que ela permanecerá no coração de todos os que com ela conviveram.
Que Jesus e Nossa Senhora Aparecida, por quem chamou em seus momentos de dor a acolham eternamente num reino resplandecente de luz e paz.
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2008.01.01-Edição conjunta com o dia 02.
Data:2008.01.02
Publicado no site:http//www.escrita.com.br
Data:2008.01.03
Data:2008.01.03
Data:2008.01.03
Publicado no portal:http://www.olhasoaqui.com/
Data:2008.01.05
Data:2008.01.06
Data:2009.12.31
Data:2009.12.31
Publicado no site:http://www.webartigos.com/
Data:2009.12.31
Publicado em parte no site:
http://clubedalinguaport.ning.com/group/dia-das-maes-homenagens-em-prosa-e-verso-contamos-
Com o título: Minha mãe, uma estrela
Data: 2012.04.30
Publicado em parte no evento comemorativo ao Dia das Mãe da AVSPE

EVENTO ESPECIAL AVSPE

DIA DAS MÃES 2012


                                                 

Minha Mãe, uma estrela.

                                                   Isabel Cristina Silva Vargas


Sei que em algum lugar, uma luz
muito brilhante estará a iluminar
os caminhos de minha família,
protegendo - nos, assim como
a meus irmãos, e brilhando
com mais intensidade a cada
passo dado , em cada vitória
obtida ou apontando caminhos
melhores para serem seguidos
nos momentos de dificuldade..
Jamais esquecerei sua luta,
seu denodo para que vencêssemos
na vida,para sermos pessoas dignas
e bem sucedidas nem seu desejo
para que agíssemos tal qual
sua família de origem, com
dedicação e amor entre si,
promovendo a união familiar ,
maior herança recebida por ela,
de seus pais e irmãos a quem
nunca cansou de citar até seus últimos dias.

Relembrarei seu espírito pacífico,
seu bom humor e facilidade de comunicação,
seu amor pela leitura, pelos livros,
pela música, pela alegria, pela vida.

Apesar da saudade e da dor,
não deixaremos de sorrir a cada
lembrança sua,de ter fé na vida ,
no amor e em Deus.

Tenho a certeza que ela permanecerá
no coração de todos os que com
ela conviveram.

Hoje, mais do que nunca, acredito
que sua partida cumpriu uma finalidade
muito significativa: Ser o anjo que
receberia meu filho amado e seu
neto do coração, em sua trágica
partida, para acolhê-lo assim
como fez desde o nascimento.
Por toda a minha vida agradecerei
a Deus por ter me permitido tê-la como mãe.


 





                              http://www.avspe.eti.br/eventos/Mae/index30.html


0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home