sábado, abril 14, 2012


Sem poesia ...

Isabel C S Vargas



Sem poesia no olhar,
Insustentável  o viver.
A vida é poema
Escrito  pelo voo do beija-flor,
No colorido das borboletas,
Na brisa que  serena sopra  em nosso rosto,
No ar puro que  o homem insano polui
 Nas águas límpidas, do caudaloso rio
No turbilhão das ondas do mar,
Ou serena laguna que as tensões do homem aplaca.
No céu de anil com suas nuvens de algodão,
Ou nos raios translúcidos,
Que o chumbo atravessam
Nas mais violentas tempestades,
Que a natureza devastam,
Ou o coração dos seres transtornam.
 Majestoso cenário...
Ora manso , ora bravio,
Ambos  de belezas sem igual.
Onde vislumbro soberano
O desejo imortal
De paz e fraternidade universal


Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2012.04.14 sábado-Página 15
Selecionado para a Antologia  Nós da Poesia + 20 Nosotros,  para lançamento em junho, no Rio de Janeiro, durante a Cúpula dos Povos na Rio + 20.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home