segunda-feira, abril 30, 2012

PELOTAS







Pelotas

A doce Princesa do Sul
Recostada à margem da Laguna dos Patos,
Ora com suas águas doces,
Ora salgada pela invasão do mar,
Trazendo a seus habitantes
Os famosos camarões que
Emprego e delícias proporciona,
Pelas habilidosas mãos das mulheres.
Pelotas
Das ricas tradições,
Dos nobres barões, empresários ,
E banqueiros ,desbravadores e,
Empreendedores destas terras meridionais.
Pelotas
Das belas sinhás, com seus vestidos de renda
Sua beleza , elegância e cultura
Capaz de encantar os moços mais simples
Como os mais nobres doutores.
Pelotas
Das ricas charqueadas  e prosperidade  sem  par
Mas, também da triste mancha da escravidão
Dos negros sofridos em meio ao sangue e ao sal.
Pelotas,
Pioneira de uma época de esplendor e apogeu
Do Sete de Abril, do Guarani,
Dos Museus, das mansões,
Dos chafarizes  inigualáveis da Europa trazidos,
Para nossas ruas e praças embelezar.
Pelotas,
Das tradições portuguesas,
Dos doces famosos ,do Arroio Pelotas,
Patrimônios declarados , de indubitável valor.
Pelotas da Festa do doce e,
Da Doce Yolanda
Primeira Miss Universo
Neste solo nascida
Para o mundo ganhar e a todos encantar.



Isabel C S Vargas
Pelotas-RS
Brasil

Para ver publicação internacional acesse:

http://www.caestamosnos.org/GRANDE_GALA2012/Grande_Gala_2012-5.htm
Publicado no site:
http://www.icsvargas3.blogspot.com.br/2012/04/pelotas.html
Data:2012.04.29
Publicado no site:
http://www.icsvargas.blogspot.com.br/2012/04/pelotas.html
Data:2012.04.30
Publicado no site:
http://www.recantodasletras.com.br/poesiascomemorativas/3650124
Data:2012.05.04
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2012.07.06
página 15-sexta-feira, véspera do Bicentenário de Pelotas


0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home