domingo, março 18, 2012








Editora: Design Editora (Selo Editorial Varal do Brasil)
Capa: Design Editora
Organização: Jacqueline Aisenman
Projeto VARAL DO BRASIL




 O VARAL ANTOLÓGICO 2 SERÁ LANÇADO FINAL DE MAIO EM SALVADOR E BELO HORIZONTE E NO SEGUNDO SEMESTRE NA SUÍÇA.


http://www.varaldobrasil.ch/228022/index.html






Foto de Maria de Fátima Barreto Michels

São nossos convidados em homenagem às suas respectivas carreiras e labuta pela divulgação cultural:



- Clevane Pessoa 

- Marcelo Cândido Madeira 

- Regina Carvalho 

- Valdeck Almeida de Jesus 

- Mariana Brasil 

- Carlos Venttura

- Soninha Porto 


Clevane Pessoa de Araújo Lopes, nordestina de São José de Mipibu, radicada em Minas Gerais (Belo Horizonte). Psicóloga. Escreve e desenha desde a infância. Intensa vida literária. Prêmios no Brasil e no Exterior. Publicou dez livros solo, de poemas, contos, vinte e um e-books de literatura infantil, ensaio, memórias, Psicologia, Poesia  e contos. Participa em mais de cem antologias, por premiação, a convite ou por cooperativismo. Com 25 desenhos a bico de pena, participa do "Original, Livro de Artistas" (III). Palestrista, oficineira, de Literatura e Psicologia, revisora e prefaciadora, resenhista. Faz divulgação cultural, por prazer. Nos Anos 60 e 70, militou na imprensa  em plena Ditadura. Nos Anos 80, fez projeto de atenção integral à criança e ao adolescente, dando treinamento em várias cidades e é coautora do Compêndio “Adolescência, Aspectos Clínicos e Psicossociais”, organizado pelos Doutores Maria da Conceição de Oliveira Costa e Ronald Pagnocelli, nos capítulos de Sexualidade e Homossexualidade. Sente subida honra e alegria ser convidada neste trabalho de Jacqueline Aisenman de quem aprecia do caráter à militância em prol da cultura e da Paz e estar em tão boa companhia.



 


Marcelo Cândido Madeira  é músico formado em Propaganda e Marketing. Por oito anos trabalhou com produção de cinema e vídeo publicitários.
Na área da música, Marcelo Madeira trabalhou com direção musical e trilha sonora de teatro e cinema. Algumas de suas músicas fizeram parte da trilha sonora de diversas peças de teatro e de alguns filmes, como é o caso de "Menina d'água", que integra a trilha sonora do filme "Dinner Rush", de Bob Giraldi, com Danny Aiello e John Corbett (USA, 2001) e do filme "White Oleander", de Peter Kosminsky, com Michele Pfeiffer e Renée Zellweger (USA, 2002). Atualmente faz parte do Casting da Editora Musical LX em Lisboa, Portugal. Aos 12 e aos 14 anos em São Paulo, Marcelo Madeira teve seus contos publicados como prêmio do concurso literário Pensamento Livre I e II. Em 2005 publicou o livro “A vizinha suíça e outras crônicas”. Em 2006, o livro “Aperitivo de Letras”. Em 2007, seus livros fizeram parte do Bücherfestival em Zurique - "Die Lange Nacht der Kurzen Geschichten".
Em 2010, iniciou as leituras com música ao vivo para bibliotecas da Suíça com "As aventuras do Cometa Finório" com os episódios “Lixo Espacial”, “A disputa de Marte” e “Engarrafamento na Via-Láctea”. Em 2012 lançou, em formato livro digital e com ilustrações próprias, a série de contos de aventuras para jovens “As Peripécias de Plínio Malaquias”, dentre eles; “O saci e o caso das meias desaparecidas” e “O retorno do boitatá”. Como escritor colabora com crônicas e artigos para alguns jornais dirigidos a comunidade brasileira na Suíça.
            http://marcelomadeira.wordpress.com/



Regina Carvalho cresceu em casa de escritores: neta de Tito Carvalho, jornalista e escritor, e de Almiro Caldeira, contista e romancista, os dois preocupados em recuperar a fala de seu povo, na sua época. Nasceu em Florianópolis, em 1946 - outra cidade, outro tempo, outras gentes, e vamos aprendendo todos, vamos aprendendo muito. Mãe, avó, e agora bisavó, primeiro um susto, depois uma alegria.  Viver é muito arriscado, nas palavras do Rosa; mas viver também pode trazer compensações: a dor pela morte do filho é compensada pelo nascimento de seu neto. E pela dor e pelas compensações nós nos fazemos, nos erguemos, nos reerguemos, vamos vivendo. Com a dignidade possível, com a alegria possível. Escrevendo sempre: A sapinha meiga, O sapo azul, O sim da poesia. E organizando coletâneas: O novo conto catarina (EDUFSC), Poesias de Gregório de Matos (Editora Caminho de Dentro).




Valdeck Almeida de Jesuswww.galinhapulando.comSite pessoal:

nasceu em Jequié-BA, em 15 de março de 1966, fez o primário e curso médio em Jequié. Embaixador Universal da Paz, Membro da Academia de Letras de Jequié, da Academia de Cultura da Bahia, da Academia de Letras de Teófilo Otoni, dos Poetas del Mundo, do Fala Escritor e da União Brasileira de Escritores. Ingressou na Faculdade de Letras da UESB e concluiu um semestre. Ingressou na Faculdade São Salvador e concluiu três semestres de Turismo. Cursou inglês e espanhol no FISK, por três anos e meio. Está cursando Jornalismo na Faculdade Social da Bahia. Lançou os seguintes livros: “Heartache Poems. A Brazilian Gay Man Coming Out from the Closet”, Editora iUniverse, New York, USA, 2004; “Feitiço Contra o Feiticeiro”, Editora Scortecci, São Paulo, 2005; 20% da renda doada às Obras Sociais de Irmã Dulce; “Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden”, Editora Scortecci, São Paulo, 2005; 1ª edição – 100% da renda doada às Obras Sociais de Irmã Dulce; “Jamais Esquecerei do Brother Jean Wyllys”, Casa do Novo Autor Editora, São Paulo, 2006; “1ª Antologia Poética Valdeck Almeida de Jesus”, publicada pela Casa do Novo Autor Editora, São Paulo, 2006; “Memorial do Inferno. A Saga da Família Almeida no Jardim do Éden”, Giz Editorial, São Paulo, 2007 – 2ª edição; 20% da renda doada às Obras Sociais de Irmã Dulce; Participa de mais de vinte antologias de poesias.


Mariana Brasil é o pseudônimo de Sonia C. M. Nascida em 1966 no estado do Paraná, Brasil. Atualmente reside na região Piemonte, Itália.

Entre suas obras publicadas, o romance “O Manuscrito de Sonia”, publicado no Brasil em 2003, e posteriormente na Itália, Alemanha, Espanha, Portugal e Holanda. “O Manuscrito de Sonia”, seu primeiro livro, teve repercussão internacional, trata-se da obra que Paulo Coelho baseou-se para escrever o best seller 11 minutos.
Mariana Brasil é escritora e artista plástica.
Representante da Rebra “Rede de Escritoras Brasileira na Itália”.
Representante do selo editorial “Edizioni Mandala” na Itália. Membro da A.L. B – Academia de Letras do Brasil – Seccional Suíça. Presidente da A.L.B. – Academia de Letras do Brasil – Seccional Itália.
A autora colabora com projetos ligados à imigração brasileira, condição da mulher brasileira na Europa e à difusão e valorização da arte e literatura brasileira no exterior. Realiza laboratórios de escrita autobiográfica. Seu lema: “Luz, sempre mais luz …



Carlos Ventura nasceu em Salvador Bahia, Brasil. Musico, Compositor, Escritor e Dramaturgo. Membro da Academia de Cultura da Bahia, Membro da Academia de Letras do Brasil, Presidente da Seccional da Academia de Letras do Brasil na Suíça. Preside a Associação Artistas Brasileiros na Suíça.

Escreveu diversos trabalhos literários, textos para teatro e pesquisas sobre cultura e associativismo.
Atualmente reside na Suíça.



Soninha Porto, pseudônimo, em homenagem à cidade que mora: Porto Alegre, nasceu em Cruz Alta/RS, formada em Relações públicas, é Poeta, Colunista, Ativista Cultural na internet e Antologista. Tem três filhos, Chico, Gui e Shin, suas obras primas. Promove o grupo Poemas à Flor da Pele e pela parceria com o Proyecto Cultural Sur, Brasil, coordenou as Antologias Poemas à Flor da Pele, volumes 1, 2, e 3 nos anos de 2008 a 2010, lançadas em Bento Gonçalves (cidade serrana do RS), nos congressos anuais de poesia, nas feiras do livro de 2009 e 2010, no Memorial do RS, e, recentemente, na Livraria Cultura, do Bourbon Country, em Porto Alegre. Esses eventos trazem poetas de diversos estados brasileiros. Este ano lança o volume 4 da Antologia e o terceiro livro infanto-juvenil do grupo (edição artesanal) para a comunidade escolar.



Apresentando pela primeira vez num livro, a jovem e talentosa paranaense Evelyn Cieszynski.




Evelyn Cieszynski nasceu em 23 de março de 1994, em Curitiba, Paraná. Começou a escrever poesia com apenas oito anos de idade; soube que a escrita poética estaria em sua vida quando leu pela primeira vez as poesias infantis de Cecília Meireles. Já com dezesseis anos, foi a vez de Clarice Lispector inspirá-la para escrever contos – estilo recente que ainda está criando pernas.
Em 2011 entrou para a Universidade Federal do Paraná, no curso de Pedagogia. Mas percebeu que não era o curso certo. A escrita fala mais forte, e por isso pretende mudar para o curso de Letras.







http://www.varaldobrasil.ch/228022/229301.html






São coautores deste livro, talentos brasileiros e portugueses que se uniram em torno do Varal do Brasil e aqui se apresentam, antologicamente, em verso e prosa.

É na diversidade dos textos que se encontra o verdadeiro tesouro desta leitura: conhecer um pouco mais de cada autor, de seus sonhos, um pouco do tudo que compõe a vida que nos cerca e anima.

Os coautores deste livro nos dão, prazerosamente, a alegria da descoberta não só de suas capacidades intelectuais, mas, principalmente, do inebriante segredo de seus corações.


Adriane de Fátima Silva é pontagrossense, do Paraná. Com 23 anos reconhece a afinidade com a escrita, e não poderia deixar por menos, foi estudar Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo. O apresso pelo vivente jornal impresso foi o principal motivador para escolher a profissão pela qual é apaixonada. Leva a sério a liberdade que tem em seu blog que atualiza sempre que possível com a única intenção de pôr em prática o prazer de escrever. Contos e crônicas fazem a linha preferencial da jovem estudante, são gêneros textuais normalmente vistos por lá e mais lidos por ela. Pensa em talvez um dia fazer deste seu blog, seu primeiro livro, enquanto isso vai relatando pensamentos e fantasiando fatos naquela página virtual que tanto gosta.


 Também estuda fotografia, o que considera uma paixão antiga, e a maior satisfação é poder usar suas próprias fotos como ilustração de seus textos. Quando reflete o significado da fotografia, gosta sempre de citar a frase do mestre na área. “Fotografar é colocar na mesma linha de mira a cabeça, os olhos e o coração” (Henri Cartier-Bresson).

Desde o colegial é admiradora da tradicional literatura, mas sempre procura reciclar-se, inovando em seus textos, além de buscar uma linguagem acessível e arrojada prefere dar como referências alguns autores bem atuais, como Carlos Drummond de Andrade, Luís Fernando Veríssimo e José Saramago. Adriane acredita que a música é também um importante fator na composição de seus texto, “letras de conteúdo e coerentes têm muito a nos ensinar”, conclui.



André Victtor é o pseudônimo de André Moreira. Nascido em 10 de Maio de 1972, André leva uma vida normal junto a sua família. É casado, possui um casal de filhos, é natural da cidade de Ouro Fino - Sul de Minas Gerais, onde atua profissionalmente como Desenvolvedor de Sistemas, atendendo a vários clientes e também trabalhando como Administrador de Redes em um hospital de médio porte nesta cidade.  André é fã do seriado Supernatural (Sobrenatural), True Blood, CSI e do saudoso Arquivo-X. Assim como existe um eclipse, também existe o momento do André se encontrar com o André Victtor, o escritor. E quando isso acontece, ele adquire certos poderes mágicos, podendo transformar palavras em textos, textos em contos e contos em verdadeiras histórias, que misturadas as lendas, ele consegue então criar uma atmosfera inicial que conduz o leitor levemente para o mundo da ficção, mexendo com a sua imaginação e fazendo com que ele saia um pouquinho da realidade para viver mistérios, suspense, romance e aventura com uma pequena dose de terror. Tudo feito de uma forma bem instigante, delicada e inofensiva às religiões. Simplesmente definida como Literatura Fantástica. Só isso e mais nada.André Victtor é o Mestre dos Contos Fantásticos.Visite o Blog do Autor em: http://historiasdoandrevicttor.blogspot.com e-mail:andrevicttor@live.com




António Boavida Pinheiro nasceu em Alverca do Ribatejo/Portugal, residindo em Lisboa, é Professor Universitário Aposentado, tirou várias Licenciaturas e Mestrados, tendo frequentado com aproveitamento um curso de nível equivalente ao Doutoramento. Tudo isto lhe proporcionou uma formação diversificada em várias especialidades, académicas e profissionais, nomeadamente a de Antropólogo e a de Sociólogo, entre outras.  É autor de dois livros de poesia «Cem Poemas… diversos» e «Poemas ao correr da pena»… Tem poemas publicados em mais de quatro dezenas de Antologias, “em papel”, e «Cirandas», “online”, e ainda em quatro “sites”, em Portugal e no Brasil. Também nestes dois países, desde Setembro de 2008, que vem concorrendo a diversos Concursos Literários e Jogos Florais, tendo obtido até agora catorze «1º Prémios», e várias outras «Classificações» e/ou «Menções Honrosas».  Participa com assiduidade várias Tertúlias de Poesia.  Escreve poesia para várias revistas literárias e Jornais Regionais… É Sócio efectivo das: ONE – Ordem Nacional dos Escritores – Brasil; Sociedade Portuguesa de Autores; Associação Portuguesa de Escritores; Associação Portuguesa de Poetas; e do Clube de Poetas «Clube da Simpatia» em Olhão.




Carla Renata Jorge Neves é artista plástica e poetisa é natural de Aramina, interior do Estado de São Paulo, região sudeste do Brasil. Estudou em escola pública na sua infância e adolescência. Já casada, mãe de três filhos voltou aos estudos e fez o Curso de Pedagogia pela Faculdade Araguaia e logo em seguida a especialização em Docência Universitária pela PUC- Goiás.

Apesar de ser uma grande admiradora das artes foi quando de sua entrada na Faculdade que despertou o talento pela pintura e em escrever poesias, sendo três delas premiadas, dentre elas, duas publicadas em uma antologia: Educa: Ação e Raízes.
Buscou aprimorar-se na técnica de pintura em óleo sobre tela, trabalhando texturas, técnica espatulada, colagens com materiais recicláveis, entre outras.



Chaja Freida Finkelsztain é Poetisa, escritora, cronista, contista, professora, pedagoga e principalmente educadora, é graduada em Filosofia e Pós Graduada em Educação. Possui Registro MEC em História, Filosofia e Psicologia. Árcade efetiva da ABRACE –Arcádia Brasílica de Artes e Ciências Estéticas no Rio de Janeiro, ocupando a função de Secretária Geral; é escritora correspondente da Academia Cachoeirense de Letras; laureada com diplomas, títulos, troféus e medalhas de “ouro- prata- bronze”. Tem obras publicadas em Antologias, Jornais e Revistas. Chaja tem dois filhos e quatro netinhos: o Marcel, a Mariana, o Alexandre e a bebêzinha Carolina. Atualmente Chaja é Diretora Pedagógica num Colégio de Rede Particular atuando nos segmentos do Infantil ao Ensino Médio.




é escritora, poeta e palestrante. Formada em serviço social, pós-graduada em Terapia de Família e Aperfeiçoamento e Extensão de Terapia Comunitária Familiar pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Terapeuta de Comunidade pela Universidade Federal do Ceará e pós-graduada em Cultura Popular Brasileira pela Universidade do Vale do Paraíba. Escreve para o público infanto-juvenil e publicou dezenove livros para o público infanto-juvenil, sendo seis sendo seis em Braille e baixa visão, participou de dezoito livros coletivos, sendo quatro deles lançado em Montevideo e um em Paris. Teve a sua obra “Filó, a Exploradora”, selecionada por comissão do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, para participar das comemorações dos 500 anos do descobrimento do Brasil. No ano de 2008 foi premiada no concurso de literatura promovido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, com o livro “Pena e Papel”. É membro da à Academia Joseense de Letras, União Brasileira de Escritores e à Rede de Escritoras Brasileira.









http://www.varaldobrasil.ch/228022/229322.html





Bailarina por vocação, Cláudia Carvalho atuou muitos anos nos palcos do Rio de Janeiro, graduando-se posteriormente em Educação Física. Hoje, é escritora e empresária atuante na área de saúde corporativa, pioneira em implantação de programas de Ginástica Laboral.


Sob o sol do Ceará, tem buscado a felicidade na dança da vida. Suas experiências ricas e significativas transbordam nos textos cheios de sensibilidade.

Lança seu segundo livro, “Mulher Brasileira Procura” – Classified@love - Friends, dating, serious relationship. Trata-se de uma narrativa sobre autodescoberta, permeando aspectos existenciais como morte, vida, sexualidade e espiritualidade.

Fluente em vários idiomas, desenvolve palestras, conferências e workshops desde 1999, com temas relacionados a estresse, obesidade, sexualidade feminina, entre outros.




Cláudio de Almeida Hermínio nasceu em Belo Horizonte (MG). Graduou-se em Letras, em 1997, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Belo Horizonte- FAFI-BH, UNI-BH- Centro Universitário de Belo Horizonte. Em 2009 começou a participar de concursos literários, sendo os seus poemas – Refúgio e Folhas Secas – selecionados para duas Antologias Poéticas: II Prêmio Literário Canon de Poesia 2009 e VI Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus de Poesia – edição 2010, da Bahia. Exerce o magistério de Ensino Fundamental e Médio na capital mineira.

   Contato: caherminio@yahoo.com.br



Flávia Flor (Assaife) nasceu em 1968 na cidade de Brasília, Distrito Federal, Brasil, casada, escreve poesias desde sua infância. É professora universitária, escritora, administradora e consultora. Formada em Administração de Empresas, pós-graduada em Gestão de Pessoas, Gestão de Negócios e Gestão de Varejo atuou por muitos anos em diversos segmentos do mercado na área de ciências humanas. Nos últimos anos vem ministrando aulas de graduação e pós-graduação nas áreas de Gestão, Recursos Humanos, Qualidade e Educação Corporativa.

Sempre escreveu poesias para si mesma com o objetivo de externar o que lhe ia na alma, através do incentivo de amigos e familiares, teve o ímpeto e o desejo de compartilhá-las com o mundo, visando contribuir para as pessoas mergulharem em si próprias, descobrindo como cada um é único e belo.

Autora dos livros: “Ouço a Voz do Coração através de um Mergulho Interior”, publicado em Portugal pela editora Corpos e de “Sussurros da Alma” publicado no Brasil pela editora Multifoco e Viajantes da Lua em editoração pela Multifoco.

Trabalhos publicados no concurso do Projeto Itaú Cultural – Delicatta V; Antologia “Poesias da Alma” e no livro infantil “Brincando de Escrever com quem Escreve Brincando” – editora Canapé. Possui trabalhos publicados em diversas Antologias de poesias, contos e crônicas da Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Possui poesias, crônicas e contos publicados, também, via web: Blog pessoal: http://www.flviaflor.blogspot.com

Sites: www.camarabrasileira.com (Flavia Assaife)
        www.recantodasletras.com.br (Flavia Flor)
         www.portalliteral.com.br (Flavia Flor (Assaife))
        www.worldartfriends.com (Flavia Assaife)

Contatos com a autora:


Flávia Menegaz nasceu em Belo Horizonte em 1964. Cursou Letras e é pós-graduada em Língua Portuguesa. Foi professora, contadora de histórias, coordenou sala de leitura em editora, trabalhou também com preparação de textos e oficinas literárias. 


Em 2003 publicou Poetando em parceria com Dilce Laranjeira (imagens), pela Alis Editora, livro que foi selecionado para o PNBE 2005.

Em 2006 mudou-se para Brighton, Inglaterra onde reside atualmente.  Escreveu também dois livros infantis Os quatro encontros e Lembranças da fazenda e dois livros de poemas Reversos e Entre um ressuscitar e outro, todos em parceria com a artista Dilce Laranjeira, ainda sem publicação.

 ‘Escrevo para me encontrar e para me perder. ’


Flávio Goulart Barreto é economista e advogado. Mora em Florianópolis (SC) onde atual profissionalmente e eventualmente publica artigos em jornais. É membro da Sociedade dos Poetas Advogados de Santa Catarina, entidade ligada à OAB/SC. Escreve com o Carrossel das Letras, grupo de escritores de Laguna (SC) do qual faz parte. Tem vários textos publicados no Rio Total – Jornal Eletrônico, onde é colunista do CooJornal.



Gilma Limongi Batista nasceu e criou-se em Manaus, Amazonas. Faz parte de uma esdrúxula dinastia de quase quixotes, que há mais de um século, tentam combater os moinhos da indiferença e ignorância, lutando em defesa do verde. Com seus rabiscos poéticos, ela pede passagem nessa árvore genealógica imaginária de documentadas lendas na paisagem amazônica. Por esse esforço, foi premiada em 2010 com o ”Prêmio Destaque Cultural” e em 2011, como “Personalidade do Ano” em Brasília, DF e com o “Prêmio Internacional de Poesia” em Teramo na Itália.

Participou de várias antologias entre as quais as do Sindicato dos Escritores de Brasília, do qual é membro e da antologia “Show de Talentos” da REBRA (Rede de Escritores Brasileiras), lançada em São Paulo, na Bienal do Livro de 2010 e, na sua versão em francês, no Salon du Livre em Paris em 2011e recebeu a condecoração de Juscelino Kubitschek em 2011.



Hebe Canuto Boa-Viagem Andrade Costa é advogada, socióloga e pedagoga, publicou cinco livros, participou de 22 antologias e escreveu nove biografias de Patronos da Academia Paulista de Psicologia para o Boletim dessa entidade. Possui vários livros de sua autoria, incluindo títulos traduzidos para o francês e lançados no exterior.









http://www.varaldobrasil.ch/228022/229343.html




Ironi Lírio Cruz Gonçalves usa como pseudônimo: Ironi Lírio. Nasceu em 28/04/1962 e mora em São Paulo.
Tem formação Acadêmica em Nutrição. Atuação cultural em palestras, teatro para educadores e alunos com temas voltados à alimentação infantil, alimentação coletiva e saúde. Escreve  contos, ficção, romance, fábulas infantis e poesias sobre ecologia, comportamento, saúde e nutrição. Participante dos livros: Histórias Para Dormir 2,  Brasil, mais que um país, uma inspiração;  Histórias para dormir 3;  Varal Antológico II. Membro da Academia Brasileira de Escritores e Artistas do grupo Literarte.
Entre suas obras:  Buiu, O Bichinho Papão.



Isabel C. S. Vargas é professora, advogada aposentada, jornalista, com cerca de trezentas publicações no Diário da Manhã- Pelotas RS e no seu site: www.isabelcsvargas.com. Membro da Academia Virtual Sala de Poetas e Escritores BC-SC, da Associação Poetas Del Mundo (Chile), Clube Brasileiro da Língua Portuguesa-BH-MG, Portal do Poeta Brasileiro, Confrades da Poesia, Portugal, da União Hispano-americana de Escritores. Publicações na Revista Eletrônica Lápis e Luz, no Varal do Brasil (Suíça), entre outros. Participa das Antologias online da CBJE, além de mais uma centena de publicações em livros. Recebeu diversas premiações, entre elas 1º lugar em crônica, 1º lugar em crônicas, 2º lugar em crônicas, 3º lugar em Poesia, menções honrosas, destaques em crônica, contos e poesia. Prefaciou obras para a Editora Celeiro de Escritores.




 Izabelle Valladares é natural do Rio de Janeiro, nascimento 13/05/1975, escritora, neta do jornalista baiano Antônio Andrade, ganhador do prêmio Esso de 1967 e sobrinha neta do historiador baiano José Valladares, um dos fundadores do MAB (Museu de artes da Bahia), escritor, crítico e curador de artes, recebeu em laços sanguíneos o amor pela arte. Desde criança gostava de escrever e na infância confeccionava livros com folhas de caderno e cola. Autora dos livros: A cúpula das vaidades, lançado no Brasil e no Chile; Quem disse que só fazemos amor? Manual de sobrevivência dos homens na selva das mulheres modernas; Ecstasy- Rave fatal; Contos e lendas que me contaram no Brasil; Os maiores Crimes de todos os tempos – documentário premiado; O regresso de Atlântida e dos livros infantis: Heitor Flexter, o menino herói; A viagem mágica de Bia e Dora; As viagens continentais de Bia e Dora e A viagem da chuva


Antolologista, organizou mais de 30 livros em Português, inglês, francês e árabe. Ganhadora de diversos concursos de contos e crônicas nacionais e internacionais. Comendadora e acadêmica de diversas entidades, palestra em feiras e workshops. Presidente da Literarte – Associação Internacional de escritores e artistas. Ganhadora do prêmio Interarte de melhor documentário 2011 com o livro “Os maiores crimes de todos os tempos”

Ganhadora do prêmio de melhor produtora cultural, pela feira do livro Infantil e infanto-juvenil de Cabo Frio pela academia de Letras de Goiás. Ganhadora do troféu Cultura do teatro municipal de Cabo Frio, pela Feira do livro Infantil e infanto-juvenil de Cabo Frio. Ganhadora de diversos concursos de contos. Ganhadora do concurso de contos de Parintins 2010
www.izabellevalladares.com.br




Jania Souza, potiguar, artista plástica, escritora, poeta; bancária, economista, contadora; sócia da SPVA/RN, UBE/RN, AJEB/RN, APPERJ, Clube dos Escritores de Piracicaba; participação em coletâneas nacionais e internacionais; publicações individuais: 2007, Rua Descalça pelas Edições Bagaço/PE; 2009, Fórum Íntimo e Magnólia, a besourinha perfumada pela Editora Alcance/RS; 2011, Entre Quatro Paredes pela Corpos Editora/Porto-Portugal. Contato:www.janiasouzaspvarncultural.blogspot.com




Josane Mary Barcelos Amorim nasceu em 30 de outubro de 1963, em Cachoeiro de Itapemirim-ES.  Por anos morou em Vitória-ES. É advogada por formação, mas longe dessa profissão desde 2000, quando foi estudar Inglês na Harvard University-USA. Nessa instituição, ganhou por três vezes consecutivas o primeiro prêmio no concurso literário “The Emanuel and Lilly and Shinagel Essay Prize”. Desde 2003, vive na Holanda, e junto com seu marido, administra os pequenos negócios da família. É apaixonada por jardinagem. Acredita que no nosso dia a dia existem oportunidades que podem ser elegantemente transformadas e dedicadas a nós mesmos. Por exemplo: saborear um café servido de forma especial. Valorizar não só a busca, mas o encontro. Usa o ato de escrever, como mais do que uma terapia. É uma extensão de si. Considera-se cidadã do mundo, porém seu coração é verde-amarelo.




José Saraiva MAR A MARpoetar farei hipocrisia ao invés de poesia”. é o seu primeiro livro como poeta. Para Maitê Proença, que escreve prefácio, José Saraiva “É um homem bom e todos os seus poemas são de amor”. Para Menezes y Morais, o poemário amoroso de José Saraiva converge para o grande diálogo do Eu com o Próximo, na busca de resposta para o enigma da nossa existência.  Para o próprio autor “Se pensar no que os outros pensam quando escrevo ao é advogado e mestre em Direito pela PUC – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Autor de “Recurso Especial e o STJ” (Ed. Saraiva); professor universitário, tem o DNA da Poesia na família: filho de Gilma Batista, escritora e professora universitária.




Ju Petek é nascida em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, estudou Pedagogia na PUC/RS. Reside atualmente em Genebra.

Sempre foi uma apaixonada pelas letras, por livros, e, sobretudo, por poesia.
É poetisa, participou do livro Varal Antológico I, participa da Revista Literária Varal do Brasil.
Na internet, publica no blog: http://nalinhadoceuazul.blogspot.com/





http://www.varaldobrasil.ch/228022/229364.html






Maria Alice Lima Ferreira é oficialmente fluminense e de fato mineira, pois tendo nascido na divisa entre os dois estados – MG e RJ - do lado mineiro, foi registrada do outro lado, o fluminense. É professora de Língua Portuguesa, aposentada. Vive atualmente em Estrela Dalva, MG, onde se dedica a escrever romances, contos, e crônicas. Já publicou dois livros solo: Vale Azul e Retornando ao Vale Azul. “Participou respectivamente, com uma crônica e um conto em duas antologias: “Papo Cabeça” e Cordéis Encantados, Poesias Inesquecíveis e Contos Incríveis.”




Maria Angélica Marangoni (01/07/62) nasceu em Araçatuba/SP. Formada em medicina pela Universidade Federal de Uberlândia onde especializou-se em ginecologia/obstetrícia. Formada em piano pelo conservatório Cora Pavan Capparelli de Uberlândia/MG. Foi secretária de saúde e atualmente é diretora clínica do Hospital Municipal de Nova Ponte. Publicou vários textos literários em antologias de contos, crônicas e poesias da Câmara Brasileira de Jovens Escritores. Classificada em 5° lugar no V concurso de crônica e literatura Ferreira Gullar. Classificada no II concurso da Revista Literária- edição 2011.




Maria Clara Machado usa como nome artístico apenas Clara Machado. É Psicóloga, Psicodramatista, Palestrante, especialista em Gerontologia Social, Terapeuta em EMDR, Life Coach, Company Coach e Mentoring Coach.


Autora e Diretora de mais de 30 Workshops Temazados, que já foram realizados

Na Argentina (Buenos Aires) Chile (Santiago) Venezuela (Isla Margarita)

Brasil: Campo Grande, Dourados, São Paulo, Brasília, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Águas de São Pedro, São Carlos, Recife, Passo Fundo e Chapadão do Sul.

Escritora dos livros Da água para o Vinho; O Despertar da Delicadeza; Se a Vida te der um Limão..



Maria de Fátima Barreto Michels É presidente do grupo de escritores lagunenses Carrossel das Letras.


Participou da coletânea Tão Longe, Tão Perto Volumes I e II e do livro Varal Antológico I.

Escreve para o Suplemento Literário A ILHA. Criou e edita, juntamente com o poeta e escritor Luiz Carlos Amorim, a revista Mirandum.

Participou em várias coletâneas do SESC. É autora de fotos em capas de seis livros. Colaboradora da Revista Laguna, onde é entrevistadora e fotógrafa.

publica crônicas, contos, micro contos, poemas e fotografia em vários sítios na internet, dentre eles Varal do Brasil, Farol Imagem, Prosa Poesia & Cia, República dos Autores, Rio Total e Palanque Marginal.



 Maria Perpétua Freire nasceu em Salvador – Bahia, é formada em Letras pela Universidade Federal da Bahia e especialista em Educação. Atuou como professora em algumas escolas inclusive na Universidade Estadual da Bahia. Atualmente dedica-se à literatura. Possui alguns textos publicados em antologias.




Maria Zulema Cebrian PedagogiaEducação ArtísticaFilosofia e LetrasEspañolMuseologia pela Secretaria de Estado dos Negócios da Educação, Serviço de Museus Históricos, São Paulo. Membro da Academia de Letras da Grande São Paulo — Cadeira nº3 cujo patrono é Guilherme de Almeida. Atua como editora e tradutora. Têm vários cursos específicos em artes plásticas e literatura. Espanha; pela Universidad de Salamanca, Diploma superior de pelas Faculdades Integradas Teresa D'Ávila - Licenciatura Plena em Música e História da Arte. pelo Instituto de Ensino Superior Senador Fláquer - é natural de La Coruña, Espanha. Filha de Rodrigo Cebrian Perez e Mercedes Barreiro Prego de Cebrian. Sua formação acadêmica:





Mariney K é paranaense da cidade de Apucarana. Mora em Niterói, RJ. Cursou a Universidade Federal Fluminense e graduou-se em Geografia. Nos anos de 1985 e 1986 fez um curso de Pós-graduação, em Planejamento Ambiental na Queen's University of Belfast, Irlanda do Norte. Enveredou pela área de Meio Ambiente desde então. Lecionou na UFF durante vinte anos. Aposentada desde 1995, escreve livros infantis de conteúdo ecológico. Tem participação em várias coletâneas de poesia: INVERSOS (Ed UFF/1987), TRÊS MULHERES (1989), ÁGUA ESCONDIDA (1994) ANTOLOGIA DO RIO 2001 (2001). Pertence à Arcádia Brasílica de Artes e Ciência(no Rio de Janeiro),pertence também à Associação de Escritores Niteroienses e é, atualmente, vice-presidente da Academia de Letras da Região Oceânica de Niterói.

Iniciou a série “SOS PLANETA” com os livros SOS FLORESTA (já na 2ª edição) e SOS CIDADE.






http://www.varaldobrasil.ch/228022/229385.html



Norália de Mello Castro é de Belo Horizonte - MG, assistente social aposentada, sempre amou ler e escrever. Teve arroubos na literatura na década de 80. Voltou a tentar um espaço no meio literário, somente depois de descobrir a REBRA – Rede de Escritoras Brasileiras. Participando da Revista Varal do Brasil, mais incentivo encontrou. Tem três livros de crônicas e contos publicados, sendo dois deles premiados. Recebeu destaque no Concurso de Lendas, de Mulheres Emergentes, e teve poesia publicada na Revista Paz e Poesia, do Recanto Catitu Cultural, em 2010. Participou de antologias, inclusive da Rebra, em 2010 e 2011. Obteve o 1º lugar, com um conto, e o 2º lugar com um poema, no concurso da Abrames – Associação Brasileira de Médicos Escritores-RJ, em 2011. Sente orgulho maior ter sido selecionada para o Varal Antológico II.



Odyla Paiva é escritora e psicóloga. Recebeu a Medalha Qualité Suprême da Acadêmie Parisienne de la Literature pour Enfants com a história “A Lagarta Lala” no livro “Histórias para você Dormir”, tem editados os livros “Dores & Delírios” de poesias, “Crônicas1” de crônicas, e os infantis “A Formiga Mimi” e “João Sapinho e seu sonho de virar João Sapão”.


É Membro Efetivo da UBE-RJ, União Brasileira de Escritores e da REBRA, Rede Brasileira de Escritoras; Acadêmica Correspondente da ARTPOP de Cabo Frio e Acadêmica Efetiva Patronímica, cadeira 19 da AACLIG de Iguaba Grande.



Contato:

odylapaivalivros@gmail.com



Paula Alves nasceu em Lisboa, Portugal, em 1981. Cursou Línguas e Literaturas Modernas, estudos franceses e ingleses na Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa de 1999 a 2003. Desde essa data mantém atividades de explicadora, revisora de texto e tradutora trabalhando desde 2005 numa empresa de soluções financeiras inglesa. Tendo pequenas publicações em jornais regionais portugueses (poesia), a autora participou no IV, V e VI  prémio Valdeck Almeida de Jesus e na Antologia Poética pelo 10º aniversário do movimento ArtPoesia em homenagem a Machado de Assis. De Outubro de 2009 a Março de 2010 teve o privilégio de concluir um estágio de tradução no Parlamento Europeu, Luxemburgo.



Raimundo Candido já é um poeta percorrido no trecho, sacudido pelos alísios e pelas monções do mundo afora, graças aos Varais Literários que poetisa Jaqueline Aisenman faz circular pelos quatro cantos do mundo. Sem isso, nem mesmo a leve e tórrida brisa do interior cearense, local onde vive, o bafejaria. Ainda assim, agarra-se esperançoso e com tenacidade, nas encharcadas e desdenhosas palavras para se dependurar neste novo alfarrábio do Varal Estendido. Professor por precisão e vocação, mas que se entusiasma em degustar os poemas, em aspirar os teoremas, miscigenando-os, palavras-números como sua predileta diversão. Afora os dois Livros de poesias já publicados, edita seus atuais poemas e as suas singelas crônicas no site da Academia de Letras de Crateús. Deseja um Bom Apetite aos leitores do Varal Antológico II.



Rita de Oliveira Medeiros nasceu em Laguna, SC. É formada em Administração e Direito. Funcionária Pública Federal há mais de vinte anos, exerce também a advocacia independentemente.  Casada com José Waldir de Oliveira, mãe de Marina e Igor, apaixonada por seus cães, amigos de todas as horas. Reside em Palhoça, S.C., desde 1989.


Escreve só quando o que sente começa a bater na porta para sair. Até então, guarda em seu coração e em sua mente, o que muitas vezes a faz quase implodir!



 Roberto Armorizzi é artista plástico, poeta e músico. Graduado em Direito e pós-graduado em Psicanálise e Religião, Teoria Psicanalítica, Psicologia Junguiana, Arteterapia e Docência do Ensino Superior. Cursou Formação em Psicanálise Clínica. Cursou “O Processo Criativo”. Cursando Pós-graduação em Arte e Cultura. Cursando Mestrado em Psicologia Clínica. Acadêmico da FALASP (São Paulo), ALAP (Rio de Janeiro), ALeART e ARTPOP (ambas em Cabo Frio, RJ). Publicou livros e participou de publicações de antologias publicadas no Brasil e exterior. Recebeu comendas e moções. Participou de publicações em revistas sobre arte e exposição de pintura no Brasil, com premiações, e no exterior.



CONTATOS:





Rozelene Furtado de Lima é de Teresópolis, RJ, Brasil. Professora, Bibliotecária, Poeta. Integrante de mais de cem antologias. Textos publicados em Portugal, França, EUA, Espanha, Itália, Suíça, Uruguai e Chile. Seus livros: Banquete de Ideias, de memórias e No Limiar Sex, poemas. Coautora no livro Le Grand Show des Écrivaines Brésiliennes, lançado em Paris. Mencionada nos XXV e XXVII Prêmio Internazionale Di Poesia Nósside-Itália; III Antologia “Quando os Povos se Encontram” – UCAI – Roma; textos no Varal do Brasil; Antologia “Mil Poemas a Pablo Neruda – Chile; verbete no Dicionário de Mulheres Escritoras; membro da Academia Virtual Brasileira de Letras”. Associada à Rede de Escritoras Brasileiras; membro de Poetas del Mundo; membro correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni – ALTO – MG; integrante do Grupo Águia Amigos Unidos Incentivando as Artes.






http://www.varaldobrasil.ch/228022/234001.html





Sonia Nogueira  é educadora, cronista contista poetisa, tem três livros publicados, participou de vinte oito antologias. Colabora com o jornal - O Mensageiro de São Gerardo; jornal O Povo; Formação Literária; Revista Artpoeisa; É representante da Rebra do estado do Ceará; Membro Associação Cearense de Escritores; Academia Feminina de Letras. União Brasileira de Trovadores; Academia de Letras dos Municípios de Ceará; do Templo da Poesia; Abraço Literário; Membro correspondente da Academia Cabista de Letras e Arte de Cabo Frio, da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores; Poetas Del mundo. Ganhou quatro concursos, doze menções honrosas, dois destaques em capa. Graduada em História, Estudos Sociais, pós-graduação, em Planejamento Educacional, Língua Portuguesa e Literatura.




Thereza Kolbe tem seis livros publicados no Brasil: Sortilégios (1989); A Quem Interessar Possa (1991); e, pela editora 7 Letras, Do Mirante (2003); Livro do Rio (2005); O fio de Ariadne (2006), com o qual, foi finalista do Prêmio Pensieri in versi 2007, na sessão autores estrangeiros; Retrato das Alturas (2007). Com este último livro, a autora recebeu em 2008, na Itália, o Prêmio Poesia Prosa e Arti figurative, pelo melhor volume de poesia na língua portuguesa. A poeta também participou, no mesmo ano, da Antologia Poética publicada pela Accademia Internazionale Il Convívio, da qual, é membro. Seu último trabalho – bilíngue – 7 (T) Imo Livro / The 7 (TH) Core Book, está em fase final de publicação. Há ainda mais dois novos livros em andamento.




Valdivia Vania Siqueira Beauchamp, brasileira, nascida em Recife. Mestrado em Ciências e Letras (Literatura Portuguesa e Hispânica), New York University. (1990-1992) New York, USA. Estudos de Pós-graduação em Purdue University (Literatura Espanhola Medieval). (1980-1982) West Lafayette, IN.  Bacharelado em Comunicação (Jornalismo) (1975-1979) UNICEUB, Brasília. Residiu em West Lafayette, Indiana, onde se casou, cuidou da família e teve, então, muitos anos produtivos.  Hoje, reside em New York.  Como jornalista, Val Beauchamp, produziu programas políticos: Primeiro Plano (semanal na RADIOBRAS), onde entrevistou personagens internacionais: Presidente Jimmy Carter- USA (1977-Brasilia), Presidente Valery Giscard d”Estaing –France (1978 Brasília), Chanceller Helmut Kohl- Alemanha, (1982-Brasilia), além de vários personagens políticas do governo brasileiro”. Foi repórter e apresentadora para a Rede Tupi de Televisão, Manchete, e TV Globo. Trabalhou cobrindo o Congresso Nacional e Embaixadas em Brasília. Fundadora e Presidente da Multilinguas (escola de línguas) em Brasília. Coordenadora Cultural da Embaixada Americana em Brasília– Casa Thomas Jefferson, de 1975-1978. Fundou o Primeiro Festival de Jazz de Brasília, durante sua gestão na Casa Thomas Jefferson – Autora de vários livros e antologias: “Stiga saga por um novo mundo”, Edições Bagaco, Recife, 2003 – mesmo livro em Inglês: “Stigama saga for a new world”, Luso Brazilian Books, NYC, 2004. “Because of Napoleon”, Booksurge, NC, 2008, “O rei que espionou Napoleão” (em Português) pela Thesaurus Editora, Brasília, 2009. “La faute a Napoléon”, (em Frances) pela Yvelinedition, Paris, 2010. “Khatun, Gertrude Bell mentor de Lawrence D’Arabie” (em Frances) pela Yvelinedition, Paris, 2011.





Vanyr Carlla é artista plástica, poetisa e escritora brasileira. Delegada cultural da Conbla (Confederação Brasileira de Letras e Artes) por Goiás; Acadêmica da Alav-Chile (Academia de Letras e Artes de Valparaíso), da Artpop-RJ (Academia de Artes de Cabo Frio) e da Abla-SP (Academia Boituvense de Letras e Artes). Comendadora pela ALG (Academia de Letras de Goiás). Recebeu o Diploma de honra “Destaque Brasil 2010”; o Diploma e a Medalha “Personalidades 2010” pela Artpop; o Diploma de honra “Essas Mulheres Maravilhosas 2011”, o Diploma de honra “Personalidades Brasil 2011”; a Medalha "Sol do Oriente" da S. O. Teocrática Sol do Oriente... todos por atuação artística e cultural com destaque em 2010 e 2011. Autora do livro "Sentindo Leveza - A Pureza nos Poemas". Blog: http://vcar1974.blogspot.com/





Vera Lúcia Luz ErthalHoje, atua na Secretaria da Educação de seu município, Otacílio Costa, na serra catarinense.

Professora aposentada pelo Estado. Trabalhou 27 anos como professora, secretária e diretora de escola pública.
Escritora autodidata escreve desde os dezessete anos. Publica suas obras sob o pseudônimo de ANNA BACK. Tem várias obras publicadas em participações em concursos e iniciativas literárias.
Casada com Hélio Adilson Erthal, mãe de três filhos e tem dois netos.
é natural de Lages, SC, filha de Osvaldo Backes da Luz e Maria dos Prazeres Luz. Nasceu em 11 de abril de 1955.



Maria Aparecida Felicori, mas também Vó Fia, nasceu em Nepomuceno, Minas Gerais. Tem marido, quatro filhos, dez netos e dois bisnetos. É uma idosa feliz, porque ocupa seu tempo com seus contos e poemas. Diz ela “... e dou graças a Deus pelo que ainda funciona em mim e não me queixo pelo que está devagar quase parando, porque esse é o salário da longevidade e eu gosto de viver e vivo alegremente com minha família e amigos”.  




 Walnélia Corrêa Pederneiras, Florianópolis SC. Formada em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora de Yoga e Meditação. Participou das Antologias:

"Poesia do Brasil"- Bento Gonçalves RS,
"Poetas del Mundo em Poesia" Natal-RN,
 "Varal Antológico"-SC
"Poetas do Café" -
"Poetas En/Cena" -Belô Poético, BH-MG
'Antologia Escritores Brasileiros-Vitória da Conquista-BA, "Poemas à Flor da Pele"- RS "Poeta Mostra a tua Cara" -RS "Psiu Poético"- Montes Claros -MG É Cônsul de "Poetas del mundo" em Florianópolis-SC .
Membro da Academia Poçoense de Letras, ocupante da Cadeira número 43-Poções-Bahia.
Escreve nos sites:
-Varal do Brasil-Literário, sem frescuras-http://www.varaldobrasil.com
-REBRA-Rede de Escritoras Brasileiras: http//www.rebra.org - Academia Poçoense de Letras: http://www.apoloacademiadeletras.com.br



Yara Darin, nascida em Marília - SP. Traz no sangue a sensibilidade da arte e da poesia.

Diz-se aprendiz de escritora-poetisa. “Quando escrevo, sinto Minh ‘alma enlevar-se, voar como borboletas no ar, trazendo-me
paz e serenidade ao meu interior, extravasando desse modo, toda a sensibilidade poética que trago dentro dela”.
Usa o pseudônimo “Sun”. Por que Sun?-Porque é o Sol que nos irradia Luz e sem ele, ninguém existiria neste Planeta. Sol é Luz. Luz é Vida!




http://www.varaldobrasil.ch/228022/234022.html





PREFACIOU ESTE LIVRO:


Luiz Carlos Amorim é natural de Corupá (SC), nascido em 16.02.1953 e formado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Joinville. É fundador do Grupo Literário A ILHA, que completou 31 anos de atividades em 2011.  É editor do Suplemento Literário A ILHA, também circulando por 31 anos ininterruptamente e editor de conteúdo do portal de poesia e literatura do Grupo Literário A ILHA - PROSA, POESIA & CIA, e , e das Edições A ILHA, com dezenas de obras publicadas. Assina o Blog CRÔNICA DO DIA. Ocupa a cadeira 19 da Academia Sul Brasileira de Letras e foi eleito Personalidade Literária de 2011 pela Academia Catarinense de Letras e Artes. O autor tem 27 livros publicados. Os mais recentes são "Borboletas nos Jacatirões"; "A Nova Literatura Catarinense"; "Aphrodite e as Cerejeiras Japonesas; "Cocô de Passarinho". A sair do prelo este ano: "O rio da minha cidade", que recebeu Menção Honrosa dos Prêmios Cidade de Manaus, em 2011 e "Livro de Natal". Participou de dezenas de antologias, no Brasil e várias em outros países. Publica crônicas, artigos, contos e poemas em várias revistas e jornais no Brasil e exterior - tem trabalhos publicados na índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Itália e outros, e obras traduzidas para o inglês, espanhol, bengalês, grego, russo, italiano, francês. Cronista de dezenas de jornais e revistas por todo o Brasil e no exterior. Tem livros publicados nos Estados Unidos, Cuba, Espanha e outros países.



FEZ O POEMA DE ABERTURA DO LIVRO:


Irineu Baroni, descendente de italianos, Repórter Fotográfico e Poeta. Nasceu numa fazenda em Vargem Linda, Minas Gerais - Brasil. Viveu alguns anos nesse ambiente, entre bois, cavalos e engenhos de cana de açúcar. Ainda jovem, mudei-me para Belo Horizonte, porém, as “coisas”, os “causos” e o “cheiro” do interior de Minas ainda andam com ele. Publicou poesias nas Antologias: Uma História no Seu Tempo, Elo de Palavras, Enigmas do Amor e Encontro Pontual (para a 21ª. Bienal Internacional do Livro de São Paulo em 2010), (Editora Scortecci); Poetas En/Cena2, Poetas En/Cena3 e Poetas En/Cena4 (Belô Poético); Galeria Brasil 2009, Sonetos Eternos e Fronteiras, Realidade ou Ficção?, Agenda Literária 2011, (Editora Celeiro de Escritores), Poesias na Praça Sete, (Prefeitura Municipal de Belo Horizonte),  Antologia Del Secchi vol XX e Varal Antológico I (Design Editora). Participou do Festival Internacional de Poesias (ABPEIS) com poemas classificados para a Antologia do Festival e do projeto “Poesia na Praça Sete”, em Belo Horizonte; recebi Menção Honrosa com a poesia “Recortes da Vida” no Belô Poético em 2009 e primeiro lugar com a poesia “Santo Dinheiro” no Belô Poético em 2010.




FEZ O POEMA DA ORELHA DO LIVRO:


CARLOS EUGÊNIO COSTA DA SILVA – Pseudônimo: Vacaria. Casado com a Pedagoga Marcia Leitzke da Silva, Carlos Eugênio nasceu na cidade de Vacaria e possui Graduação em Letras – Português/Literatura – pela Universidade Católica de Pelotas/RS - PROUNI. No ano de 2006  destacou-se no ENEM  por ser um dos seis gaúchos que alcançou nota máxima na redação. Professor de Literatura e Redação no Projeto Desafio Pré-Vestibular da Universidade Federal de Pelotas (curso popular para alunos carentes) e no Projeto Pré-Vestibular nos Bairros. Desenvolve atividades profissionais no Centro de Atenção Psicossocial infanto-juvenil – CAPS i Canguru -  do Departamento de Saúde Mental da Prefeitura Municipal de Pelotas onde realiza entre outras atividades a Oficina Terapêutica de Criação Literária Poetinha. Membro da Estância da Poesia Crioula e do Centro Literário Pelotense, possui quatro livros publicados: Filho de um Combatente – Poesias; Só pra falar de Saudade – Poesia e Conto, Simplicidade – Poesia e Conto e Literatura – Um resumo versejado facilita o aprendizado – poemas didáticos. Recebeu em 2010 o título de “Cidadão Pelotense” outorgado pela Câmara de Vereadores por sua dedicação e divulgação do Município através da arte poética. Possui mais de 200 premiações Literárias, entre elas Campeão Gaúcho em Poesia Inédita – ENART; Campeão e Vice do 28º Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria – Poesia Inédita.



TEVE A HONRA E O PRAZER DE ORGANIZAR ESTE LIVRO:


Jacqueline Aisenman é catarinense, filha de Terezinha Marta Mendonça Soares e Richard Calil Bulos. Nasceu Soares Bulos e tornou-se Aisenman ao casar-se com Paulo Roberto, também catarinense.  Tem dois filhos: Sabrina Yarah e Lázaro Daniel.


Jacqueline foi redatora e revisora em diversos jornais de Santa Catarina. Foi Diretora dos Museus Anita Garibaldi e Casa de Anita e mais tarde Diretora do Departamento de Cultura da cidade de Laguna - SC. Em 1990 mudou-se para Genebra/Suíça onde trabalhou na Missão do Brasil junto às Nações Unidas durante quase quinze anos e depois foi funcionária de banco privado. A partir de 2009 decidiu se dedicar inteiramente à literatura, escrevendo seus livros e fundando uma revista da qual é a editora-chefe: Varal do Brasil. É membro da Academia de Letras do Brasil (Seccional Suíça), Representante da Rede de Escritoras Brasileiras na Suíça, Conselheira Internacional da Literarte, membro da União Brasileira de Escritores, Delegada para a Suíça da União Brasileira dos Trovadores. É membro do Grupo de Escritores Lagunenses Carrossel das Letras, membro correspondente da ARTOP de Cabo Frio e da Academia de Letras de Teófilo Otoni –ALTO-MG. Integra também a Sociedade Poetas del Mundo e o Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix.  Tem livros editados desde 1990 e em 2011 recebeu o Prêmio de Livro do Ano na Categoria Contos com o livro Lata de Conserva. Seus livros: Pedaços de mim e coisas assim, Muito mais do que solidão, Coracional, Entre os morros da minha infância, Poesia nos Bolsos, Lata de Conserva, Briga de Foice e Varal Antológico 1 e 2 (org.)



http://www.varaldobrasil.ch/228022/234043.html

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home