sexta-feira, julho 15, 2011

Educação e Comunicação



O assunto é por demais interessante,complexo e polêmico até.

Desde a época dos descobrimentos, era através da palavra, do ensino, da catequese que se fazia a educação. Infelizmente, também se subjugava um povo através da palavra, do dominador sobre o dominado,com o apoio da lei que se estabelecia.

É triste pensar neste aspecto pois a educação tem que ser libertadora.

Também educa-se pelo exemplo, pela imagem. A palavra e a imagem também são do universo da comunicação. Linguagem verbal e visual.

O professor educa e isso ocorre pelo conteúdo transmitido e pelo exemplo que dá. Ou seja, o professor além de ser transmissor das boas novas, tem que ter uma postura que inspire o alunos.

Seguimos aquilo que admiramos. Então o professor tem que inspirar o aluno.

É um desafio imenso na atualidade quando o professor em muitos casos, senão em grande maioria, não dispõe de tecnologias para imprimir à sua tarefa o caráter de modernidade, agilidade, competitividade, economia de tempo, trabalho em rede, descobertas realizadas pelo próprio aluno que pode escolher o que mais lhe gratifica dentro do ambiente de aprendizagem.

Essa disparidade se intensifica na escola pública.

A comunicação como se dá na atualidade amplia os campos de aprendizagem através do uso maciço de tecnologia de ponta no processo educacional.Existe um incentivo grande em área tecnológica pelo governo federal.

Infelizmente, essa mesma comunicação que auxilia é a comunicação que pode prejudicar, massificar quando, por exemplo, fora do ambiente educacional, utiliza a propaganda e o marketing para formar consumidores desde a mais tenra idade, quando as crianças exercem domínio sobre os pais, exigindo presentes veiculados na mídia, por pessoas conhecidas, impondo-lhes padrões de consumo que não tem acesso.

No início da utilização das tecnologias na educação discutia-se qual o papel do professor, se este desapareceria ou não. Hoje já não se questiona isso. O avanço tecnológico é fantástico, irreversível, modificou as relações sociais, empresariais, educacionais.

Uma questão cabível é no sentido de utilizar a tecnologia como auxiliar no crescimento e humanização dos processos.O objetivo maior tem que ser o aprimoramento do ser humano através do uso , dos meios cada vez mais avançados de comunicação.Outro objetivo ou vantagem é a abrangência que ampliou-se através da comunicação, o que para um país do tamanho do nosso é ótimo, pois pode contemplar um número de pessoas consideravelmente maior, envolvendo maior número de alunos atingidos, maior quantidade de professores e instituições , e uma gama maior de tecnologias, meios, instrumentos a serem utilizadas.

A questão mais urgente é o descompasso de determinadas regiões que devem ser priorizadas, a diversidade cultural, a qualificação dos professores, o uso das tecnologias para aproximar distâncias não só geográficas, mas culturais, educacionais, tecnológicas,a valorização da aprendizagem através das redes sociais, que devem ser colocadas como grande auxiliares do processo educacionais tanto no ensino presencial como no ensino a distância.

Publicado no site: http://www.gostodeler.com.br/materia/16026/educacao_e_comunicacao.html
Data:2011.07.11
Publicado no site:Pensamentos_Dispersos
Data:2011.07.15
Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2011.08.06 -sábado página 04
Publicado no site:www.recantodasletras.com.br
Data:2012.01.05

Marcadores: ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home