segunda-feira, junho 04, 2007

EXPERIMENTAR A MUDANÇA


“Toda reforma interior e toda mudança para melhor dependem exclusivamente de nosso próprio esforço.” E. Kant

Uma conversa com meu filho, sugeriu-me o tema deste artigo. Eu o informara que havia comprado dois sabores diferentes de bebida láctea, ao que ele me respondeu que eu sabia que ele só gostava de outro sabor. Minha resposta foi para ele experimentar. Se ele com 20 anos tem esta postura diante de uma coisa tão simples, que ele está errado e com isto perderá de aproveitar muitas coisas ao longo da vida e que, no mínimo, será um velho ranzinza, cheio de manias, caso se mantenha inflexível.
As pessoas se queixam da rotina, da vida sem graça, onde nada acontece e cada dia é uma sucessão de acontecimentos repetidos. Ora, o nosso dia a dia somos nós que o fazemos e nos pequenos detalhes podemos inovar, mudar, mesmo nas coisas que podem até parecerem banais, como não sentar-se sempre no mesmo lugar, mudar o trajeto que percorremos, mudar o estilo de vestuário, assistir outros programas de televisão, ler um jornal diferente, fazer novas amizades, mudar o restaurante que habitualmente freqüentamos, variar o tipo de bebida que ingerimos , ver um tipo de filme diferente, comer um alimento que nunca experimentamos , caminhar por outros lugares , viajar para um lugar que desconhecemos, fazer um novo corte de cabelo, adquirir o hábito de leitura, fazer novas aprendizagens.
Habituar-se a inovar é aceitar que nada é eterno, que as experiências são mais importantes que apegar-se a velhos objetos , velhos conceitos e preconceitos.
Hoje se sabe que os hábitos que desenvolvemos ao longo da vida é que determinarão o tipo de velhice que queremos , sim porque se supõe que todos desejam envelhecer, pois a outra opção é morrer cedo. É importante , ao longo da vida desenvolver hábitos saudáveis, os quais incluem alimentação adequada ,tal como, frutas, verduras, legumes,cereais ,proteínas, carboidratos,de forma equilibrada, com redução de sal,açúcar, além de praticar atividades físicas e visitas ao médico evitando a auto medicação.A boa alimentação, as novas aprendizagens influem inclusive na qualidade da memória na terceira idade.
É necessário perceber que temos uma vida para viver e que devemos vivê-la sendo criativos, inventando soluções, movimentando-se, agindo, fazendo a energia movimentar-se, saindo da estagnação.
É importante tentar o novo todo dia, seja através de um novo método de trabalho, novo sabor de alimento, nova atividade de lazer.
Conforme diz M.H.Kuhner “Talvez seja este o aprendizado mais difícil, manter o movimento permanente, a renovação constante, a vida vivida como caminho e mudança.”

Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2007.01.04
Publicado no jornal on line: www.jornal3milenio.com.br
Data:2007.08.04
Publicado no site: http://www.recantodasletras.com.br/cronicas/3488390
Data:2012.02.09

Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home