terça-feira, maio 23, 2006

MUDANDO HÁBITOS – REINVENTANDO A VIDA



Desde a adolescência desenvolvi o hábito e o gosto pela leitura. Ao ingressar na escola normal, hoje magistério, a leitura tornou-se uma solicitação diária dos professores. Eu lia com avidez. Aos finais de semana prolongavam-se madrugadas à dentro. Faziam parte de meu cotidiano leituras de Carlos Drummond de Andrade, Fernando Sabino, Paulo Mendes Campos, Manuel Bandeira, Mário Quintana, Mário Palmério, Érico Veríssimo, Jorge Amado, Ernest Heminguay , Simone de Beauvoir, Jean Paul Sartre, Morris West, W.S.Maughan e uma infinidade de autores, sem esquecer Antoine de Saint-Exupéry.
Na época de universidade, as leituras eram relacionadas com a área de estudo. .Após o ingresso no mercado de trabalho, a atualização era uma obrigatoriedade diária, o que acabou fazendo com que a leitura fosse direcionada para os assuntos de interesse profissional. Isto tudo somado à correria de trabalho, filhos e família acabou por fazer com que o hábito dos livros fosse sendo abandonado, ou melhor substituído, principalmente pela televisão, o que em nada nos beneficia, quer pela baixa qualidade de muitos de seus programas, quer pelo sedentarismo que estimula ou ainda, pela realidade pronta, que querem nos passar como verdade incontestável, repletas de mensagens diretas ou subliminares, engenhosamente colocadas pelos especialistas em publicidade, propaganda ou marketing.
A imaginação vai ficando embotada, junto com as articulações.
Recentemente, uma das coisas gratificantes e estimulantes que readquiri foi o hábito da leitura. Troquei inteiramente, o controle remoto, pelo lápis, com o qual assinalo tudo que acho importante destacar, salientar para reler mais detidamente em outros momentos. É algo consciente . Busco aquilo que me agrada, me alimento de coisas esclarecedoras , educativas, belas, românticas, sensíveis.
No momento que reaprendi a selecionar o alimento intelectual, tornou-se mais fácil selecionar o alimento para o corpo.
É um processo consciente. Enquanto estamos frente à televisão só ficamos recebendo o que nos querem passar, geralmente sendo levados a comer aquilo que nos sugerem na tela. Quando passamos a não aceitar isso, a buscar outro tipo de atividade , estamos mudando de uma atitude passiva, para um processo ativo , no qual somos agentes, mais críticos , mais ágeis.
As mudanças físicas ocorrem a partir das mudanças da mente.
Se estivermos obesos e não desejarmos mais essa condição, o caminho não é só deixar de comer, é pensar diferente, buscar as causas que nos levaram a isso, descobrir se são apenas história ou são atuais e trabalhá-las, buscar alternativas que nos tragam satisfação, não atribuir valor excessivo ao alimento ,estabelecer novos parâmetros para nossa vida . O alimento passa a não ter tanta importância, tanta relevância, passa de principal a coadjuvante,quando preenchemos nossa vida com outras atividades. A leitura é apenas uma delas. Muitos hobbies podem nos auxiliar nesse processo,como práticas desportivas, exercícios físicos,atividades junto a entidades de trabalho filantrópico, trabalho voluntário, ou a busca por conhecimentos em outras áreas.Enfim,o que fazer existe,basta que encontremos o que mais se adapte às nossas necessidades ou que mais se ajustem ao nosso gosto.

Publicado no Diário da Manhã-Pelotas-RS
Data:2005.12.23
Publicado Diário Popular-Pelotas-RS
Data:2006.01.18
Publicado no site: http://recantodasletras.uol.com.br/
Data:2007.07.02
Publicado no site:http://rabiscos.terra.com.br
Data:2007.07.18
Publicado no site:www.usinadaspalavras.com
Data:2007.08.09
Publicado no blogue: http://icsvargas.bloguepessoal.com/
Data: 2007.10.27
Publicado no site:http://www.euautor.com.br/
Data:2008.07.06
Publicado no site:http:www.olhasoaqui.com
Data:2008.07.11
Publicado no site:http://www.wmulher.com.br/
Data:2008.11.03
Publicado no site:http://www.3milenio.inf.br/
Data:2009.02.14
Publicado no site:http://www.textolivre.com.br
Data:2009.05.16

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home