quarta-feira, junho 18, 2014

OS CONFRADES DA POESIA 62 MAIO E JUNHO DE 2014





Meu Porto 


Sou brasileira, sim senhor, 
Sou gaúcha de coração e, 
pelotense com muito orgulho, 
a terra das charqueadas e dos doces. 
Temos origem nas terras portuguesas 
de onde vieram nossos antepassados 
e se juntaram a outros povos 
italianos, japoneses, alemães 
para um estado rico edificar. 
Nossa bela capital, 
a Porto Alegre dos casais, 
onde um lar aqui criaram, 
é rica, bela e acolhedora. 
A Porto das tradições gaúchas 
que para o Brasil expande, 
o mais belo entardecer: 
O pôr-do-sol do Guaíba. 
A cidade das universidades, 
dos parques, a Redenção de todos, 
das mais lindas mulheres 
não só da cidade, do país, 
mas de todo universo, 
nossa amada Ieda. 
Terra de gigantes, dois grandes 
que nossas fronteiras ultrapassaram: 
Meu amado Grêmio, do azul do universo 
Primeiro a galgar a glória de Campeão Mundial 
Seguido muito depois, por seu arquirrival 
hoje também campeão. 
Salve minha terra amada 
exemplo de patriotismo, 
de garra e de luta, muitas fronteiras 
para o Brasil garantiu com sua bravura. 
A Porto mais alegre, 
pois nela viveu Quintana, 
poeta da simplicidade, do amor e amizade. 
Adotada por Veríssimo, o grande Érico escritor, 
Do tempo e o Vento que aqui no Rio Grande o 
[consagrou] 
e para o mundo o popularizou. 
Cidade onde nasceu o L. Fernando 
das letras que conta a família Brasil 
e, do sax que lhe deixa mais solto, 
por sua grande timidez. 
Meu estado, sua capital nosso orgulho 
Por seus heróis, sua história e sua gente. 


Isabel C S Vargas - Pelotas-RS-Brasil 

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home