sábado, fevereiro 01, 2014

MEU TEXTO NO CADERNO LITERÁRIO PRAGMATHA 53 - JANEIRO 2014


LUA

 

Isabel C S Vargas

 

Esplendorosa em sua face iluminada

Para todos sorri e convida a bailar

Nos sonhos que alimenta,

Sempre que os enamorados

Lançam olhares de admiração e encanto.

Quando tímida, aos poucos se desnuda.

Povoa sonhos doces e pungentes.

À medida que amadurece,

vai se tornando trigueira como as moças .

Seus lampejos são mais notados e admirados.

Em todo seu esplendor assemelha-se

Às jovens no auge da juventude: intensa,

Bela, segura, sem medos e pudores.

Como toda criatura, assim denominada

Pelo Venerado santo de Assis

Sagrada irmã lua tem sua fase de recolhimento

Para refletir sobre suas fases e os ciclos naturais

para tudo, novamente, recomeçar,

em um incessante e eterno movimento.

 

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home