domingo, janeiro 12, 2014

CADERNO LITERÁRIO PRAGMATHA 52



MEU TEXTO PÁGINA 17


UM DIA QUALQUER...
Isabel C S Vargas
Alguém nasce
Outro morre
Alguns casam
Outros separam
A menina vira moça
A mulher fenece
Um dia qualquer
Que é um marco em cada vida
Que tudo muda,
 Transforma-se
Cria-se
 Recria-se.
Sempre uma possibilidade em aberto...

                         

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home