segunda-feira, setembro 30, 2013

ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DE ESCRITORES - FAÇO PARTE

Letras Gaúchas - Boletim Informativo da Associação Gaúcha de Escritores nº 10 - Setembro 2013

AGES divulga a CARTA DE CAXIAS encontro de escritores de 2013 



LIVRO E LITERATURA NAS ALTURAS

ENCONTRO DE ESCRITORES DA AGES / CAXIAS DO SUL – 2013

CARTA DE CAXIAS



No instante em que encerramos as atividades do Encontro de Escritores da AGES 2013, que se realizou integrado à 29ª Feira do Livro de Caxias do Sul, em retrospectiva, encontramos motivos para reforçar nossas convicções no que tange a importância de iniciativas dessa natureza. Durante nossas conferências e debates, a quase totalidade das questões que envolvem as cadeias produtivas, criativas e mediadoras do livro e da leitura foram abordadas, suscitando importantes reflexões. Viu-se reforçado o papel do escritor em sua inserção na sociedade – formador de opinião e indutor de visão crítica –, bem como o entendimento do livro como bem cultural indispensável.

Os temas receberam diferentes visões, numa troca de informações multidisciplinar, sempre de modo a construirmos sínteses e estratégias que influenciarão futuras ações dos envolvidos em prol de nossas causas. A cooperação esteve sempre em voga, bem como o sentimento de que oportunidades dessa natureza são indispensáveis pois, isoladamente, poder público, editoras, livreiros, mediadores de leitura e produtores de conteúdo dificilmente verão seus esforços surtirem o melhor efeito.

Como conclusão, percebemos que, além de políticas de leitura que facilitem o acesso ao livro nos âmbitos municipal, estadual e federal, é importante que sejam priorizados espaços para a qualificação dos mediadores de leitura, a fim de que o livro tenha, de fato, papel relevante na formação do leitor literário e na construção da cidadania. Outrossim, reforçamos a importância que todos os programas de leitura prevejam a realização de projetos de leituras propostos pelas entidades beneficiadas por tais programas.

Em relação às políticas públicas do livro e da leitura, entendemos como fundamental que haja maior democratização das informações de editais que proponham financiamentos nos diferentes âmbitos do setor livreiro (criação, produção, mediação), a fim de que as organizações da sociedade civil possam dialogar e atuar na construção de planos de leitura nos diferentes níveis e também possam habilitar-se para participarem de tais políticas. Para tal, julgamos ser importante que tais editais sejam amplamente divulgados na mídia e enviados a setores e organizações ligadas ao livro e à leitura.

Por fim, a AGEs reafirma seu compromisso de ser entidade representativa dos interesses majoritários de seus associados, promovendo ações e projetos voltados à criação literária e à divulgação do trabalho de seus associados, quer através de sua maior inserção no sistema literário, quer destacando aspectos relevantes de sua produção, seguindo sua política de parcerias com entidades públicas e privadas, com feiras de livros, sempre com o objetivo de congregar escritores e demais agentes da área do livro e da leitura. Reiteramos, também, nossa posição em defesa da natureza profissional da atividade de escritor em seu trabalho literário e intelectual.



Caxias do Sul, 29 de setembro de 2013

Diretoria da AGES

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home