segunda-feira, janeiro 21, 2013

VARAL Nº 6 EDIÇÃO 579 - LUNA&AMIGOS


VARAL Nº 6 EDIÇÃO 579 - LUNA&AMIGOS





.
VARAL Nº06 - EDIÇÃO 579 ANO XII
TEMA "PARA UM VIOLÃO
.
Para um violão
Basta apenas sete notas musicais.
Do mar a minha inspiração relembrando o passado.
Minha meditação é fantasia da imaginação.
Sol na sua imensidão,
Lá bem longe do nosso coração,
Simetria do entardecer.
Luis Roberto Alves Meira
.
.
vende-se um violão
emudecido pela saudade
quem sabe outros dedos despertem 
tornando senssíveis suas cordas
quem sabe acordem sua voz 
vende-se um violão
ou troca-se por um sorriso
Gerci Oliveira Godoy
.
.
Violão que toca
e a sua musicalidade
leva-me a saudade
daqueles dias passamos
juntos e seu toque marcou
os momentos lindos de amor
com aquela melodia de cantor
Regina Mercia Sene Soares
.
.
Dó, ai que dor
Rezo para que ela passe por
Mim sem dano e
Faça dessa mágoa um
Sol em júbilo
Lá onde o amor é em 
Si o ser mais absoluto.
Karline Batista.
.
Falar do amor que sinto por ti
Que não vai se esgotar em uma vida
Cantar a beleza de teus olhos
Em meus simples versos
Ou a ternura que sempre transmitisses
A todos que te cercavam 
É o tema para um violão.
Isabel C S Vargas 
.
.
Uma voz ao longo repicando melodia
Faz revoada de pássaros na tardinha
Os transeuntes estacam, passos lentos,
Para escutar a sonora cantoria
O homem sorri, agradece as palmas e olha para o ceu
Enquanto os dedos prosseguem na tentativa de traduzir
Para um violão o choro que resume sua vida.
Maria da Glória Jesus de Oliveira
.
.
Caro violão, ficas aí no seu canto...,
silencioso, sem perder a harmonia contida!
Quisera deitá-lo em meu colo, numa noite comprida,
fazer de meus braços o seu manto,
dedilhar-te todos os meus queixumes,
confidenciá-lo os meus ciúmes
e ouvir de ti, meus versos, ao som de seu encanto!
Maria Barros
..
.
Amigo de tantas horas tardias!
Das tuas cordas brotam acordes
Que alcançam corações distraídos.
Irrompem dós e mis em devaneios,
Rodopiam sóis e lás em traços candentes,
As frases cantam em si, fás harmônicos,
E a nossa cantiga dardeja em m.
Mardilê Friedrich Fabre
.
.
Para um violão, usa-se pau brasil
Para um violão, usa-se cordas de aço
Para um violão, usa-se habilidade
Para um violão, usa-se paixão
Para um violão, usa-se arte
Para um violão, usa-se notas musicais
Violão! transforma em música o produto da alma 
J.Hilton 
.
.
- Tocas?
Agora, não. 
Quem sabe, outra hora
- Meu Deus, a hora é agora
O depois é de ninguém
Toca a alegria em mim
Vilma Cunha Duarte.
.
Ao som de tuas cordas compus tantas letras... 
Embalei tantos sentimentos e emoções... 
Amigo sempre pronto a me fazer companhia... 
Será que para um violão é possível 
perceber a importância da sua magia? 
Será que percebe que minhas mãos 
ao tocá-lo na verdade o acariciam? 
Patricia Andrea . 
.
Meu violão está silencioso
Caído no fundo de um quarto em desalinho
Abandonado, empoeirado, cordas partidas
Igual meu coração todo sofrido, ferido.
Ela foi embora e não disse adeus
Ao virar a esquina nem acenou
Escrevo agora um funeral ao violão...
Wilson de Jesus Costa.
.
Para um violão - dedilhando as notas musicais - vou
Buscando inspiração desejando compor na emoção
As impressões extraídas dos dedilhados, dentro de
Novas melodias, compondo uma canção; numa boa
Música que encante e que expresse todas as belezas,
Compostas dentro da lírica poesia viva da existência
Do amor entre a humanidade os animais e as plantas!
Odenir Ferro
.
.
Para um violão
Amor e Canção
Tom suave
Toca o coração
Aproxima... Aquece...
Renova (o continuar) a magia
Da caminhada.
Marinez Stringheta/Mara poeta
.
.
Canto, para as mulheres que amei tanto
E pra abafar meus muitos desencantos.
Canto também, pra externar as alegrias
Que me tomam esses derradeiros dias
E que embalam este veterano coração.
Se há tristeza, não me falta um companheiro;
Canto junto com o inseparável amigo violão.
Dirceu Rabelo
.
.
Para um violão eu entrego o peito
E o ajeito junto ao coração.
Em suas batidas, é ele o eleito
Pra caminhar comigo, em nossa missão.
Eu o afago em gesto de ternura
Com a alma nua, sensivel e pura
E vai fluindo uma nova canção.
Marisa Cajado


0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home