sexta-feira, janeiro 13, 2012

Coração deserto
                                                       

Entre coqueirais

as ondas e a areia

vejo teu rosto amado

tua pele dourada do sol

teu riso alegre e faceiro

 Quisera ser o raio de sol

que ilumina teu dia

e doura tua pele.

A água do mar que banha teus pés

e para o distante mar

as tuas tensões descarrega

 Quisera ser a areia

para em contato contigo poder estar

e tua pele sentir

Quisera ser o vento

Para teu rosto tocar

E em teus ouvidos

Docemente sussurrar

Como é grande o meu amor por ti

e como a saudade

Dilacera meu coração.




Publicado no site:http://clubedalinguaport.ning.com/profiles/blogs/coracao-deserto
Data:2011.06.06

Publicado no site:
www.recantodasletras.com.br
Data:2012.01.08
Publicado no livro:
Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos 80
CBJE
Publicado na Antologia on Line
http://www.camarabrasileira.com/apol80-093.htm

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home