domingo, fevereiro 06, 2011

AINDA SEM ACHAR A ESPERANÇA

COM O NINHO DESTROÇADO

OS FILHOTES TENTANDO SE ENCONTRAR

EM MEIO AO TURBILHÃO DE EMOÇÕES

INDIZÍVEIS POR SIMPLES PALAVRAS.

EMUDECIDOS DIANTE DA CAMA VAZIA

DO RETORNO QUE NÃO OCORRE

DO ABRAÇO QUE NÃO SE APERTA

DO SORRISO SEM GARGALHADA

DAS PALAVRAS NÃO TROCADAS

DO ENCONTRO QUE PERDEU A HORA

DA HORA QUE  NÃO SE COMPLETOU

POR UMA FATÍDICA FRAÇÃO

QUE DO TUDO FÊZ NADA.

NÃO SE FÊZ...

SILÊNCIO...





0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home